sexta-feira, 30 de Abril de 2010

COBBLER DE MAÇÃ, PÊRA E FRUTOS VERMELHOS

Para quem gosta de fruta e para quem gosta de bolo, mas principalmente para quem gosta de bolo com frutas.
É uma sobremesa muito prática de fazer, para alturas em que a fruta abunda na fruteira. Prefiro fazer esta sobremesa com frutas que não estão muito maduras. Para essas situações faço a Fruta em crosta de Bolo.

Semelhante aos crumbles, em que por cima das frutas cortadas se coloca uma massa areada, em migalhas, ou um pouco mais coesa como é o caso aqui.

Os frutos vermelhos contribuem com a acidez suficiente para que a combinação com o bolo não fique enjoativa.
A sugestão americana é a do Jamie Oliver no livro Dias Felizes. Na receita original ele diz que se pode fazer com qualquer fruta, mas sugere a combinação de morangos e ruibarbo ou de alperces, maçã, pêra, amoras, mirtilos e framboesas.

Fiz assim...

COBBLER DE MAÇÃ, PÊRA E FRUTOS VERMELHOS


INGREDIENTES
Para a fruta:
400g de frutos vermelhos
2 maçãs cortadas finamente
1 maçã ralada
1 pêra com casca cortada em fatias finas
5 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de vinagre balsâmico

Para a massa:
225g de farinha com fermento
170g de margarina fria
70g de açúcar
1 pitada de sal fino
130ml de leitelho

açúcar para polvilhar

PREPARAÇÃO
Para a fruta, numa caçarola colocar todos os ingredientes mencionados e levar ao lume até os frutos vermelhos comçarem a soltar o seu suco.
Colocar num pirex ou refractário.

Pré-aquecer o forno a 190ºC.

Entretanto, preparar a massa numa tigela colocando a farinha e a margarina fria cortada em cubos e com as varas de massas areadas, ou com um garfo, formar migalhas, quebrando a margarina em pedaços muito pequenos mantendo-os enfarinhados.
Juntar o açúcar, sal e o leitelho. Misturar rapidamente, com a colher de pau, sem amassar muito.
Com a colher retirar pequenas bolas de massa e dispor sobre a fruta ainda quente.
Levar ao forno 30min. ou até ficar dourado.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Usei frutos vermelhos congelados, pelo que deixei ferver uns minutos a mistura das frutas, pois estes frutos veremlos acabam por soltar mais sumo que os frescos;
- Na receita original as frutas usadas são: 2 alperces fatiados, 1 pêra com casca fatiada, meia maçã ralada, 1 caixinha de mirtilos, 1 caixinha de amoras e 1 caixinha de framboesas.

quinta-feira, 22 de Abril de 2010

BOLO BRIGADEIRO DE BAUNILHA

Este bolo é muito bom e fácil de fazer.
A massa não é seca e não inclui manteiga. Na forma cresce uniforme, sem se elevar no centro, o que impede, por vezes, uma cobertura plana. Desenforma-se muito bem.
Desta vez não usei chocolate na massa, apenas baunilha.

O recheio e a cobertura são de leite condensado, sendo o recheio a receita do brigadeiro e a cobertura de de beijinho de coco sem coco. A cobertura quis fazê-la sem chocolate para ter contraste.

Para rechear pode-se optar por cortar o bolo a meio, ou como fiz desta vez, dividir a massa por duas formas iguais.

Fiz assim...

BOLO BRIGADEIRO DE BAUNILHA


INGREDIENTES
Para o bolo:
5 ovos
1 chávena / 200g de açúcar
1 chávena / 250ml de leite
2 colheres (chá) de extracto de baunilha (ou 4 gotas de essência)
2,5 chávenas / 350g de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó

Para o recheio:
1 lata de leite condensado
1 colher (sopa) de manteiga
3 colheres (sopa) de chocolate em pó

Para a cobertura:
1 lata de leite condensado
1 colher (sopa) de manteiga
chocolate granulado

PREPARAÇÃO
Bater as claras em castelo firme. Juntar as gemas, uma a uma, e acrescentar o açúcar. Verter a baunilha e o leite aos poucos, sem parar de bater.
Incorporar delicadamente a farinha peneirada com o fermento.
Colocar a massa numa forma redonda (ou em duas iguais) com 28cm de diâmetro, untada e enfarinhada. Levar ao forno 40min. a 200ºC.

Retirar, desenformar e deixar arrefecer antes de cortar ao meio.

Para o recheio, levar ao lume numa caçarola o leite condensado com a manteiga, até ferver 2min. e engrossar, mexendo sempre.

Para a cobertura, levar ao lume numa caçarola o leite condensado, a manteiga e o chocolate, até ferver 3min. e engrossar.

Cortar o bolo em duas camadas, rechear e cobrir. Decorar com chocolate granulado enquanto a cobertura está quente.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Se optar por dividir a massa por duas formas basta assar durante 25min.;
- Embora seja sufciente uma lata de leite condensado para a cobertura, costumo usar uma lata dupla, e o que sobra coloco num prato, deixo arrefecer completamente e faço beijinhos ou comemos à colherada.

domingo, 11 de Abril de 2010

LINGUINI DE ABÓBORA E SALSICHA FRESCA

Para apreciadores de abóbora. Quem não gosta desta cucurbitácea, então que passe adiante.
Parece um prato sem graça nenhuma, mas esta massa fica com um sabor muito intenso a abóbora. O aroma e o sabor levemente adocicado com traços de canela e cravinho...

É uma sugestão muito rápida de se fazer, económica e sem muitas calorias.
A salsicha é cozinhada sem gordura, o azeite é só adicionado no fim, e pode ser parcialmente eliminado se for o caso, embora combine muito bem nos sabores.
Não são usados muitos aromas, pois o próprio tempero das salsichas e o aroma da abóbora, perfumam todo o prato.

Quando descasco uma abóbora, parte é para cozinhar na hora, em doce ou salgado, e a restante é congelada, em cubos descascados, para sopa ou outra utilização, como esta. Estando no congelador facilmente se retiram uns cubos, e se descongela no microondas, para tornar a cozedura mais rápida.

A quantidade de salsichas frescas a usar depende do seu tamanho e do gosto de cada um.

Fiz assim...

LINGUINI DE ABÓBORA E SALSICHA FRESCA


INGREDIENTES
300g de linguini
3-4 salsichas frescas
400g de abóbora em cubos
1 fio de azeite
sal
pimenta moída

PREPARAÇÃO
Cozer a massa em água abundamente e sal. Escorrer quando estiver al dente e reservar.

Aquecer uma frigideira anti-aderente. Quando bem quente, rasgar a pele das salsichas e com os dedos separar pequenas porções do interior das salsichas, colocando-as na frigideira. Deixar dourar, agitando ou mexendo a frigideira.

Colocar os cubos de abóbora cortados em cubos mais pequenos (2x2cm). Mexer e deixar cozinhar. Temperar de sal e pimenta. Se secar muito antes da abóbora estar totalmente cozinhada, juntar umas colheres de água quente.
Quando a abóbora estiver macia, juntar o fio de azeite e a massa escorrida.
Saltear.

Servir de imediato adicionando um fio de azeite por cima.

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- A abóbora congelada cozinha mais depressa, pois a humidade retida ajuda a desfazer a própria textura;
- É importanto que a massa escolhida não esteja cozida em demasia, apenas al dente. Escolhi linguini pois acho que a massas longas combinam melhor neste prato, e prefiro-o ao esparguete por ser mais largo. Fettuccini ficará igualmente bem.

terça-feira, 6 de Abril de 2010

CENOURINHAS

São pequenas cenouras feitas de... cenoura.

Antes fazia uns docinhos de cenoura que enrolava em pequenas bolas, com cenoura ralada. Embora saborosos, passado algum tempo começavam a produzir calda e a humedecer as forminhas de papel, o que limitava a sua preparação a poucas horas do consumo.
Com esta sugestão, os docinhos ficam secos e podem ser feitos com mais de 2 dias de antecedência, ou mais, mantidos numa caixa plástica fechada, o que é uma grande vantagem. Duram mais de uma semana, na caixa fechada no frigorífico.
São por isso bons docinhos para festas de aniversário, mesmo assim, metade da receita pode ser suficiente.

A receita é a do Livro Doce, de 1994, da Nestlé, com leite condensado. No fim da massa pronta, achei que tinha um gosto simples, apenas de cenoura cozida, por isso acrescentei raspa de laranja e ficaram fantásticas.

Para que sejam mais realistas, colocar umas folhas de salsa, por exemplo, na extremidade mais larga, para emitar a rama da cenoura. É desnecessário fazer isso a todas as cenourinhas, porque quem come prefere as não enfeitadas. Apenas algumas para dar graça.

Fiz assim...

CENOURINHAS


INGREDIENTES
1kg de cenouras
300g de açúcar
1 lata de leite condensado
raspa de 1 laranja

açúcar granulado para envolver

PREPARAÇÃO
Descascar e ralar as cenouras.
Num tacho levar ao lume o açúcar e as cenouras, mexendo de vez em quando, até secar toda a calda que se formar.
Juntar o leite condensado e mexer, agora sem deixar de vigiar, até ganhar ponto. Vê-se o ponto, quando conseguir formar uma bola, e esta deslizar quando se inclina o tacho.
No fim de retirar do lume, juntar a raspa de laranja.

Colocar num prato untado, até arrefecer.

Com as palmas da mão oleadas, moldar pequenas bolas e depois dar a forma de cenouras. Passar cada cenoura por açúcar granulado e colocar em forminhas de papel.

A algumas cenouras, com um palito fazer um pequeno buraco e colocar umas folhinhas se salsa.

Guardar em caixa plástica.

Rende 60 docinhos.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- No fim de moldar algumas bolinhas, lavar as mãos para que o trabalho seja mais fácil. Manter uma tacinha ou prato com óleo, para molhar o dedo indicador e passar pela palma da outra mão, esfregando depois as duas para as untar.