segunda-feira, 22 de novembro de 2010

TRIFFLE DE CASTANHAS E VINHO DO PORTO

Esta ideia surgiu de um desejo de um doce com castanhas.
As ideias foram surgindo, os resultados analisados e os percalços resolvidos. A ideia foi materializada com ingredientes simples e no final achei que a combinação foi muito boa.

A acompanhar castanhas assadas ou cozidas é normal beber-se um cálice de vinho licoroso como o vinho do porto, jeropiga ou abafado. Optei pelo vinho do porto, de sabor e aroma mais intenso que os restantes, para recriar neste triffle a combinação de sabores que é tão nossa.

No fim de fazer o creme de castanhas achei-o muito claro, bege, e que não iria resultar no contraste desejado com o bolo, por isso lembrei-me de juntar uma colher de chocolate em pó para o escurecer. Resultou lindamente na cor e aroma.

O puré de castanhas é muito saboroso, também pode ser feito e servido como uma Mousse de Castanhas. Juntando na mesma o chocolate para lhe dar a cor e sabor, mas se preferir também se podem cozer as castanhas com um pouco de erva-doce para as aromatizar, obtêm-se o sabor óptimo e tradicional das castanhas cozidas.

Em vez de taça grande, este triffle pode ser servido em taças individuais.

Fiz assim...

TRIFFLE DE CASTANHAS E VINHO DO PORTO


INGREDIENTES

Para o creme de castanhas:
500g de castanhas cozidas e peladas
1 colher (chá) de sal
150g de açúcar
1dl de água
1 colher de chocolate em pó
200ml de natas

Para o bolo:
1 bolo esponja tipo madeira de baunilha
200ml de vinho do porto

Para a cobertura:
200ml de natas
4 colheres (sopa) de açúcar

PREPARAÇÃO
Cozer as castanhas com o sal, descascar e pelar, se for o caso, reservar 2-3, e passar as restantes pelo passe-vite ou espremedor de batatas para obter puré.
Levar ao lume o açúcar com a água para fazer uma calda fraca, entre o ponto de fio e o ponto de cabelo, 104-105ºC.
Juntar a calda ao puré e mexer.
Adicionar o chocolate em pó e mexer para tornar homogéneo.
Bater as natas em chantilly sem açúcar e juntar ao preparado anterior, com delicadeza.

Cortar o bolo esponja em fatias com 2cm de espessura.
Dispor numa taça uma primeira camada de bolo e humedecer com o vinho do porto.
Colocar uma camada de creme de castanhas.
Repetir o procedimento anterior mais 2 vezes, ficando com 3 camadas de bolo e de creme.

Bater as natas em chantilly com o açúcar e cobrir o triffle.
Enfeitar com 2-3 castanhas cozidas reservadas, picadas grosseiramente.

Levar ao frigorífico até servir.

 
 

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Em vez de cozer, descascar e pelar as castanhas, opto pelas castanhas congeladas, não ficam muito mais caras pois já não se compram as cascas, são todas sãs e muito práticas;
- Pode-se substituir as natas batidas no creme por queijo creme light, por exemplo;
- Escolher um bolo simples, tipo esponja, de sabor neutro de preferência baunilha, usei do Lidl;
- Humedecer generosamente as fatias de bolo com o vinho do porto, para que ao fim de algumas horas o bolo não seque;

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

BOLO CHIFFON TRIPLO DE LIMÃO E FRAMBOESAS

Um bolo de aniversário muito saboroso e vistoso.

Bolo chiffon de limão, muito macio, recheado com mousse de chocolate branco e limão, muito cremosa e aromática e coberta com creme de manteiga, fazendo do bolo uma verdadeira tentação.
A receita é do livro Sky High: Irresistible Triple-Layer Cakes e as indicações do Technicolor Kitchen.

Parece complicado fazer este bolo, aliás como qualquer bolo triplo, mas com alguma antecedência tudo se faz. Num bolo triplo pode optar-se por assar a massa do bolo numa forma só e depois cortar o bolo em 3 camadas. Eu prefiro assar em formas separadas, poupo tempo e paciência para o corte. A desvantagem é ter que dispor de 3 formas iguais, ou então assar por mais que uma vez.
O ideal é fazer os bolos no dia anterior e apenas rechear e cobrir na manhã do dia de servir.

A Mousse do recheio é muito boa, feita em maior quantidade pode ser servida em taças, numa outra ocasião.

E lá foi mais um aniversário!

Fiz assim...

BOLO CHIFFON TRIPLO DE LIMÃO E FRAMBOESAS 


INGREDIENTES
Para o Bolo Chiffon de Limão:
8 ovos
60ml de óleo vegetal
2 colheres (sopa) de sumo de limão
1 colher (sopa) de raspas de casca de limão
80ml de água
1/2 colher (chá) de cremor tártaro
300g de açúcar
245g de farinha para bolos
1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/2 colher (chá) de sal
1/2 colher (chá) de fermento para bolos

Para o recheio de Mousse de Chocolate Branco e Limão:
100g de chocolate branco picado
180ml de natas
1 clara de ovo
1 colher (sopa) de açúcar
raspas da casca de 1/2 limão
1 colher (sopa) de sumo de limão
framboesas

Para a cobertura de Creme de Manteiga e Limão:
3 claras de ovo
150g de açúcar
60ml de sumo de limão
250g de manteiga sem sal à temperatura ambiente

PREPARAÇÃO
Para o Bolo Chiffon de Limão:
Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Forrar o fundo de três formas redondas de 22cm com papel vegetal, sem untar as formas.

Numa tigela misturar as gemas, o óleo, a água, o sumo e as raspas de limão.

Com a batedeira, bater as claras com o cremor tártaro, em velocidade média até espumarem. Aos poucos, acrescentar 100g do açúcar e continuar a bater até formar picos macios.

Numa outra tigela, peneirar a farinha, as 200g de açúcar restante, o bicarbonato e o sal. Misturar.
Acrescentar a mistura de gemas e mexer até formar uma pasta.
Juntar 1/4 das claras batidas e envolver suavemente de baixo para cima
Adicionar o resto das claras e misture delicadamente. Dividir a massa pelas 3 formas forradas.

Levar ao forno cerca de 16min ou até que o palito saia limpo.
Retirar e deixar arrefecer completamente.
No fim de frios passar uma espátula pelos lados, desenformar e retirar o papel vegetal com cuidado.

Para o recheio de Mousse de Chocolate Branco e Limão:
Derreter, em banho-maria, o chocolate em 1/4 das natas. Misturar até se obter um creme brilhante.
Retirar do lume e juntar o sumo de limão. Misturar bem e reservar até que esteja à temperatura ambiente.

Bater as natas em chantilly, com a raspa de limão.
À parte bater a clara com o açúcar até obter um merengue brilhante e firme.
Misturar o merengue ao creme de chocolate branco e misturar suavemente.
Juntar o chantilly não batendo demasiado.
Reservar no frigorífico.

Para a cobertura de Creme de Manteiga e Limão:
Bater as claras em castelo.

Numa caçarola levar ao lume o sumo de limão e o açúcar, mexendo até dissolver o açúcar. Deixar ferver, sem misturar, até que a calda atinja 115ºC.

Com a batedeira ainda ligada na velocidade média, despeje aos poucos a calda quente em fio sobre as claras, batendo sempre até o merengue ficar morno.
Ainda com a batedeira ligada em velocidade média, juntar a manteiga, em cubos, até formar um creme macio.

Para montar o bolo:
Escolher o prato de servir e colocar um dos bolos. Espalhar metade do recheio sobre ele e cobrir com metade da quantidade de framboesas. Colocar o segundo bolo e repetir o procedimento com o recheio e framboesas restantes. Finalizar com o último bolo e cobrir completamente a cobertura.
Alisar com uma espátula ou riscar com um garfo
Decorar com framboesas frescas.

Rende para 16-20 pessoas.

 
 

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Se não tiver framboesas frescas, para o recheio podem ser usadas framboesas congeladas, no fim de descongeladas. Para decorar usar apenas as frescas. Usei framboesas do jardim que fui congelando e não decorei com nenhuma fresca pois já não tinha;
- Se ao juntar a manteiga amolecida (à temperatura ambiente) às claras, estas talharem, levar a tigela uns segundos ao microondas e voltar a bater;
- Embora goste de coberturas de manteiga, acho que mesmo assim, a cobertura de queijo creme e limão ficará melhor (substituir o leite por sumo de limão na receita da cobertura).

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

PÃO DE AZEITE E VINAGRE

Delicioso.
Após várias experiências, eis o resultado.
A proporção de centeio:trigo foi de 1:4, 25% de centeio e 75% de trigo.

O azeite e o vinagre dão uma textura mais macia a esta massa. Noutros pães uso sumo de limão, mas neste com centeio o vinagre combina melhor e fornece um pH mais baixo para a boa actuação enzimática e o bom desenvolvimento do glúten. O vinagre ou o sumo de limão actuam como melhorante natrural do pão.

O aroma ao assar é de padaria e mesmo sem barrar com manteiga já é delicioso!
Fiquem descansados os que poderiam pensar que este pão ficaria a saber a vinagre.

Fiz assim...

PÃO DE AZEITE E VINAGRE


INGREDIENTES
300ml de água morna
1,5 colher (chá) de fermento biológico seco
1 colher (sopa) de açúcar
150g de farinha integral de centeio
400g de farinha de trigo T65 Espiga
1 colher (chá) de sal fino
2 colheres (sopa) de azeite Espiga
2 colheres (sopa) de vinagre de sidra

PREPARAÇÃO
Na forma da MFP ou numa taça preparar uma esponja, misturando 200ml de água morna com o fermento, o açúcar e a farinha de centeio. Iniciar na MFP o programa "Normal" e desligar no fim de misturado. À mão, mexer os ingredientes e reservar.
Deixar levedar 15min..

Misturar na cuba da MFP, à esponja pré-feita, a restante água, farinha, sal, azeite e vinagre e seleccionar o programa "Normal" desde o início.

Depois de ter amassado a 2.ª vez e antes de assar, polvilhar a superfície com farinha de trigo.

No fim de assado desenformar, retirar as pás e deixar arrefecer sobre uma grelha.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Querendo fazer apenas pão de trigo, é só substituir o centeio pela mesma quantidade de farinha de trigo;
- Em vez de só farinha de trigo pode-se substituir 4-5 colheres (sopa) da farinha de trigo por farelo de trigo.