terça-feira, 27 de setembro de 2011

BIFE À CASA

Todos gostamos de vez em quando de um belo bife com muito molho. E cada um tem o seu molho preferido.

São alguns os ingredientes que podem tornar especial o molho de um belo bife. Manteiga, vinho branco, cerveja, whisky ou similar, café, natas...

Aqui por casa este é o molho do bife que todos preferem. Claro que a maioria das vezes, quando há bife, este é grelhado, apenas temperado no fim de pronto com sal e pimenta e uma noz de manteiga, mas, dias não são dias, e quando há molho, há festa!
De todos os molhos que fiz este não tem gordura em excesso, um fio de azeite, uma colher de manteiga e algumas natas light.

A carne que eu gosto mais de usar com este molho é a de vaca, não precisa de ser dos cortes mais caros, uma alcatra serve muito bem, tem uma boa relação qualidade-preço. Bifes mais altos ou mais finos fica ao gosto de cada um. Porco, peru ou frango também podem ser usados, mas boa mesmo, é a bela da vaca.

Embora as batatas fritas combinem muito bem, o arroz é muito apreciado por aqui e depois de absorver o molho do bife, não há pão que resista.

Fiz assim...

BIFE À CASA


INGREDIENTES
1 bife de alcatra
1 fio de azeite
1 folha de louro
1 cebola média picada
2 dentes de alho picados
1 piri-piri seco (opcional)
1 colher (sopa) de manteiga
1 colher (chá) de mostarda com grãos (à antiga)
100ml de natas light
sal
pimenta

PREPARAÇÃO
Massajar o bife com algumas gotas de azeite.
Aquecer bem uma frigideira e quando quente colocar, a seco, o bife.
Deixar ganhar alguma cor durante 1min. e virar do outro lado mais 1min.. Retirar e reservar.

Na mesma frigideira colocar o fio de azeite, a folha de louro, a cebola, os alhos e o piri-piri se desejado. Cozinhar em lume médio, sem deixar queimar, apenas até ganhar um tom dourado escuro, durante o qual se junta a manteiga.
Acrescentar a mostarda e mexer, salteando as sementes da mostarda.
Juntar as natas e deixar levantar fervura.
Rejeitar a folha de louro e verter o molho num recipiente alto e triturar com a varinha mágica.
Voltar a colocar o molho na frigideira e juntar o bife.
Temperar de sal e pimenta.
Deixar cozinhar 1min. e servir de seguida.

Acompanhar com arroz branco e /ou batatas fritas e salada de tomate, alface e cebola.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Se não desejar um molho muito picante, antes de o triturar retirar também o piri-piri; 
- Atenção quando triturar o molho que está quente;
- Não costumo temperar com sal a carne antes de grelhar para não ficar dura;
- A carne não deve cozinhar em demasia para não ficar seca e dura.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

BOLO DE ALFARROBA

A alfarroba tem um sabor e aroma muito caraterístico.
Em criança gostava de roer uma vagem de alfarroba, não que fosse comum nesta zona do país, mas o meu pai conseguia arranjar de vez em quando uma ou duas vagens, talvez de quem viesse do Algarve.

Este bolo de alfarroba assemelha-se a um bolo de chocolate, não pelo sabor mais pela cor que dá.
A textura do bolo não é densa, como se pensaria pela reduzida quantidade de farinha de trigo que leva, mas também não é uma textura arejada. Apenas digo que é um bolo húmido para o qual contribui o açúcar amarelo.
Acho a cobertura de chantilly não muito adoçado, numa boa camada, a mais indicada para contrastar com a textura do bolo. Um ganache de chocolate ou um creme de queijo não farão sobressair o sabor singular da alfarroba.

Fiz assim...

BOLO DE ALFARROBA 


INGREDIENTES
Para o bolo:
3 ovos
3 colheres (sopa) de azeite (Espiga)
150g de açúcar amarelo
1 pitada de sal fino
1 colher (chá) de canela

100g de farinha de alfarroba
2 colheres (sopa) de leite
50g de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento

Para o chantilly:
200ml de natas
2 colheres (sopa) de açúcar

PREPARAÇÃO
Na taça da batedeira bater os ovos com o azeite, o açúcar e o sal até esbranquiçar, durante 5min..
Juntar a canela e a farinha de alfarroba e mexer até ficar homogéneo.
Acrescentar o leite, a farinha e o fermento e mexer apenas para ligar.

Verter numa forma de bolo inglês untada.
Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC cerca de 30min. ou até o palito sair seco.
Retirar do forno, esperar 5min. e depois desenformar.

Deixar arrefecer antes de cobrir com chantilly.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Usar um bom azeite de sabor neutro para não comprometer o sabor final;
- Querendo pode ser adicionado à massa 3-4 colheres (sopa) de amêndoas picadas grosseiramente, de passas sem grainha ou de figos secos picados.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

FRANGO COM QUIABOS

Os quiabos são cápsulas pentaloculadas da planta Abelmoschus esculentus, da família das malvas. Usam-se estes frutos em estado imaturo, quando maduro tornam-se muito fibrosos.
São originários de África tendo sido levados para o Brasil, onde se tornaram ícones da culinária.

Não têm um sabor muito marcante, mas apresentam uma textura algo crocante.

Uma sugestão deliciosa e que se prepara em meia hora.
Encontram-se quiabos em vários supermercados, às vezes estão com preço razoável e nessa altura pode-se aproveitar.
A malagueta usada é opcional, mas este prato um pouco picante e bem quente torna-se ainda melhor.

Fiz assim...

FRANGO COM QUIABOS


INGREDIENTES
500g de quiabos
1 fio de azeite
3 colheres (sopa) de vinagre de vinho branco
1kg de frango em pedaços
1 cebola grande picada
3 dentes de alho picados
1 folha de louro
1 malagueta picada (opção)
1dl de vinho branco
3 tomates pelados picados
1 colher (chá) de orégãos
1 colher (chá) de tomilho
1 colher (chá) de pimentão doce
pitada de pimenta
sal q.b.
água q.b.

PREPARAÇÃO
Lavar os quiabos e retirar as extremidades. Cortar em pedaços de 1,5-2cm de espessura.

Aquecer um tacho e quando quente colocar um fio de azeite e os quiabos e deixar cozinhar mexendo de vez em quando. Juntar o vinagre e mexer. Se necessário juntar alguma água para que o fundo não queime. Deixar cozinhar 5min.. Reservar.

Aquecer bem o tacho anterior e colocar o fio de azeite e o frango sem pele. Deixar alourar o frango virando-o ocasionalmente.
Juntar a cebola, o alho, a malagueta e o louro. Baixar o lume para médio-baixo e cozinhar a cebola até que esta fique translúcida.
Acrescentar o tomate e os temperos e cozinhar mais 5min..
Juntar água quente até quase cobrir por completo o frango, tapar o tacho e deixar cozinhar 15min..

Juntar os quiabos, deixar ferver 2-3min. e desligar.

Servir de imediato acompanhado com arroz branco ou polenta.

 
 
 
 

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Para escolher os quiabos preferir os mais pequenos, os grandes tendem a ser fibrosos;
- O vinagre ou sumo de limão adicionado à fritura inicial fazem-nos perder a goma.