sábado, 25 de Fevereiro de 2012

LEITE DE GALINHA

Foi há muitos, muitos anos, era eu ainda uma criança, que experimentei esta bebida.
Sim, é uma bebida alcoólica, sim eu era uma criança, mas ninguém me obrigou a nada, pelo contrário, ninguém soube, fui eu que a preparei.

Foi talvez o nome da bebida que vi algures, provavelmente numa revista, que me suscitou a curiosidade.
Lembro-me que adorei, na altura repeti, sonhei com ela mas nunca mais a repeti.

Várias vezes me lembrei de a preparar novamente, mas... não sei porquê, nunca mais o fiz.

Leite de galinha (Hen's milk ou Lait de poule) é uma bebida alcoólica italiana preparada com leite e gemas de ovo, que inclui obviamente uma bebida alcoólica, rum, grogue, conhaque, brandy ou whisky.
Tem algo em comum com o norte-americano Eggnog, os ovos, a bebida alcoólica, mas este último costuma ser preparado também com natas e é servido fresco com noz moscada polvilhada no topo.
Uma vez que o leite de galinha é para ser bebido quente, preparam-se apenas as doses que serão consumidas, ao contrário do eggnog que pode ser preparado e servido fresco numa poncheira.

Este tipo de bebida é servida no inverno, nas noites frias ou nas de convívio (o eggnog é típico da ceia de natal). O leite de galinha tradicionalmente também é usada para curar constipações quando bebido antes de deitar ;)

Fiz assim...

LEITE DE GALINHA


INGREDIENTES
Para duas chávena:
1 gema
1 a 2 colheres (sopa) de açúcar
250ml de leite
1/2 vagem de baunilha ou 1 colher (chá) de extrato de baunilha
50ml de rum, grogue, conhaque, brandy ou whisky

PREPARAÇÃO
Bater com a varinha mágica a gema com o açúcar, até espumar.

Levar a ferver o leite com a baunilha. Retirar a vagem, se for o caso, e juntar o rum.

Verter lentamente o leite quente na gemada, batendo continuadamente com a varinha mágica.
No fim de acrescentar todo o leite bater mais um pouco para obter espuma.

Servir de imediato em chávenas de irish coffee.

Rende 2 chávenas.



NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Dependendo do gosto de cada um e da bebida alcoólica usada pode-se reduzir a quantidade de açúcar para metade, 1 colher (sopa);
- O uso do liquificador ou mesmo da bimby tem a vantagem de se poder continuar a bater as gemas com o açúcar enquanto se verte o leite quente. No entanto, para uma só dose a gemada fica "perdida" na lâmina.

segunda-feira, 13 de Fevereiro de 2012

WAFFLES COM PEPITAS DE CHOCOLATE

Bem deliciosos.
São uns simples waffles, rápidos porque não precisam de levedar, é usado fermento químico. As pepitas de chocolate fazem a diferença. A receita é do manual da máquina de waffles da KitchenAid. Usando esta máquina os waffles são bastantes altos e por ser giratória a massa distribui-se ficando as pepitas no centro, como se fosse um recheio.

Podem ser servidos simples ou com queijo fresco ou queijo creme, por exemplo, para contrastar com o chocolate.

No dia seguinte podem ir na lancheira para uma surpresa no lanche do recreio dos mais pequenos ou torrados para uma nova textura.

Esta é a sugestão de hoje, como não poderia deixar de ser neste 4.º aniversário do blogue, comemorando a primeira receita aqui deixada, que foi a de Bolachas de S. Valentim ou de outro dia qualquer, de laranja e limão, uns bons waffles também.

Fiz assim...

WAFFLES COM PEPITAS DE CHOCOLATE


INGREDIENTES
475g de farinha
30g de açúcar
1/2 colher (sopa) de fermento em pó
1/2 colher (café) de sal
1 colher (café) de canela (opcional)
4 ovos
400ml de leite
80g de manteiga derretida
200g de pepitas de chocolate meio-amargo

PREPARAÇÃO
Na taça da batedeira colocar a farinha, o açúcar, o fermento, o sal e a opção da canela.
Bater uns segundos apenas para misturar.

Juntar os ovos, o leite e a manteiga derretida.
Bater com a pinha, aumentando a velocidade até à máxima, 5min. até a massa ficar bem fofa.

Envolver nas pepitas de chocolate.

Colocar 3 pequenas conchas de massa na máquina de waffles pré-aquecida.
Deixar cozinhar 4min..

Retirar e deixar arrefecer sobre uma grelha.

Rende 6 waffles redondos, grande e altos.



(Na batedeira)

(Na bimby)


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Usando a bimby, à semelhança da versão normal, colocar os ingredientes secos e misturar 5seg./vel. 4. Juntar os ovos, leite e manteiga e bater 5min/vel. 4 com borboleta. Envolver no fim, numa taça, as pepitas de chocolate;
- Podem ser usadas raspas de laranja ou limão ou essência de baunilha, para aromatizar a massa;
- Podem ser congelados.

segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2012

CONCHAS GRATINADAS COM DELÍCIAS DO MAR

Muito reconfortante e muito saboroso. Há algo nas comidas de forno, nos gratinados, que não precisando de acompanhamento se tornam preparações bastante práticas para o dia-a-dia, ou para uma festa ou convívio, pois também é fácil de se transportar.
Melhor que tudo, é que as crianças adoram, seja pela forma das massas ou pelas delícias do mar.

Pode ser preparado com antecedência, em bonitos refratários individuais ou apenas num grande, como foi o caso.

Com uma simples salada verde, de rúcula, por exemplo, para contrastar o adocicado da massa com o apimentado das suas folhas, apresenta-se uma refeição rápida e prática. Pode ser acompanhada também de folhas de espinafres rapidamente salteadas em azeite, alho e sal, para que não murchem e mantenham a textura.

Esta sugestão é mais uma baseada na revista Cuisine at home (n.º 89) - Crab-Alfredo baked shells, a não perder.

Fiz assim...

CONCHAS GRATINADAS COM DELÍCIAS DO MAR


INGREDIENTES
250g de massa de conchas médias conchiglie
1 fio de azeite
1 cebola pequena picada
1/2 colher (chá) de noz moscada moída
200ml de natas (light)
1 tira de pimento vermelho picada
1/2 malagueta fresca (opcional) bem picada
100g de manteiga
100g de queijo parmesão ralado
4 colheres (sopa) de salsa picada
1 colher (chá) de pimenta preta moída
pitada de sal fino
1 colher (sopa) de sumo de limão
225g de delícias do mar em forma de lagosta

pão ralado q.b.
100g de queijo ralado (parmesão, mozzarella...)
salsa picada

PREPARAÇÃO
Cozer a massa al dente em água e sal. Escorrer mas reservar um pouco da água da cozedura. Reservar a massa.

Numa frigideira grande ou caçarola colocar o fio de azeite e deixar cozinhar em lume médio-baixo a cebola, até ficar transparente.
Temperar com a noz moscada e juntar as natas deixando levantar fervura.
Acrescentar o pimento, a malagueta (opcional) e a manteiga e deixar derreter, mexendo bem para unir.
Acrescentar o queijo, a salsa picada e a pimenta.
Cozinhar 10min até espessar um pouco.
Temperar de sal e juntar o sumo de limão e mexer rapidamente para não talhar.

Misturar as delícias do mar cortadas em rodelas, deixar cozinhar 1min.
Envolver bem a massa e dispor a mistura num refratário untado.
Polvilhar com o pão e o queijo ralados.

Levar ao forno a 180ºC até a superfície ficar dourada.
Servir de imediato polvilhando com salsa fresca picada e acompanhado com uma salada verde.

Rende para 4-6 pessoas.

 
 
 
 
 
 
 
 
 

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Antes de juntar as delícias do mar, se o molho de natas estiver um pouco seco juntar um pouco da água da cozedura da massa ou um pouco de leite e deixar levantar fervura novamente. O molho irá envolver toda a massa pelo que se for pouco líquido a massa ficará seca;
- As delícias do mar usadas são as que têm forma de lagosta (também chamadas de princesas do mar), não são as tradicionais enroladas em palito, por isso não se desfazem ao mexer e cozinhar, mantendo a forma como se de lagosta se tratasse;
- Se for preparado com antecedência, levar ao forno apenas antes de servir.