segunda-feira, 30 de Julho de 2012

BOLO DE COURGETTE E COCO

Mais um bolo com vegetais... dizem alguns.
É um bolo muito bom, doce q.b. e com uma textura densa mas macia e húmida.
Se não fosse pelo pintalgado verde não seria desvendado o segredo. Mas para isso também há solução, basta retirar a casca à courgette antes de a ralar ;)

Nesta altura em que as courgettes abundam vale a pena experimentar.

A versão original é baseada na receita Coconut Banana Bread do livro Cooking Light Comfort Food Cookbook que o The swans adaptou e que o The novice housewife alterou de banana para courgette. Foi-me dado a conhecer nesta última versão pelo Canela moída :)
A receita adaptada inclui cobertura glacê de rum e lima, que embora não tenha preparado indico junto com o bolo.

Fiz assim...

BOLO DE COURGETTE E COCO


INGREDIENTES
Para o bolo:
60g de manteiga
200g de açúcar
2 ovos
300g de courgette ralada
125g de iogurte natural (1 iogurte)
1 colher (chá) rum ou extrato de rum
1 colher (chá) de extrato de baunilha
50g de coco ralado
3/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/2 colher (chá) de sal
280g de farinha de trigo

Para a cobertura:
180g de açúcar em pó
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 colher (chá) de rum ou extrato de rum
3 colheres (sopa) de sumo de lima
leite q.b.
coco ralado
raspa de lima

PREPARAÇÃO
Pré-aquecer o forno a 180ºC e untar ou passar desmoldante numa forma de bolo inglês.
Ralar a courgette.

Na taça da batedeira juntar a manteiga amolecida com o açúcar e bater um pouco.
Adicionar os ovos, um de cada vez.

Adicione a courgette, o iogurte, o rum e a baunilha. Bater com a colher de pau até estar bem misturado.
Juntar o coco e os restantes ingredientes secos, mexer até estar incorporado mas não mexa demasiado. Nivelar a massa na forma e levar ao forno por cerca de 1 hora ou até que o palito sair seco.
Deixar arrefecer por 10min. na forma.
Desenformar para um prato de servir.

Para a cobertura misturar numa tigela o açúcar, o rum, a baunilha e o sumo de lima. Mexer até ficar macio, sem grumos. Se for preciso usar um pouco de leite para obter a textura desejada.
Tostar o coco ralado.

Verter no bolo a cobertura e espalhar o coco ralado tostado e a raspa de lima.

 

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Para ralar a courgette, antes, retirar os topos e as sementes se existirem. Se quiser manter o anonimato da courgette retirar também a casca. Ralar a courgette num ralador de dentes grossos;
- Em vez do rum ou do extrato de rum, pode ser usada raspa de lima ou limão;
- Ao tostar o coco vigiar o processo pois ele queima facilmente.

segunda-feira, 23 de Julho de 2012

FOCACCIA 4 ÀS - ALHO, AZEITE, ALECRIM E AZEITONA

Uma entrada que foi sucesso, LFM para a próxima faço mais ;)
Pão e azeitonas! Entrada clássica. Se as azeitonas forem temperadas com azeite, alho e alecrim, melhor ainda.
Foram estes os aromas mediterrânicos que me inspiraram nesta focaccia.

A massa é basicamente a da Focaccia que fiz com azeitonas verdes e anchovas, apenas a deixei mais grossa para ficar mais fofa e acrescentei alho e azeite. A cobertura é simples, as focaccias querem-se simples, mas mais recheadas também são ótimas como a Focaccia de bacon e tomate cherry.

O sal na superfície também faz a diferença.

Fiz assim...

FOCACCIA 4 ÀS - ALHO, AZEITE, ALECRIM E AZEITONA


INGREDIENTES
Para a massa:
250ml de água
1 dente de alho
50ml de azeite
1 colher (chá) de fermento biológico seco
1 colher (chá) de sal
400g de farinha de trigo tipo 65

Para a cobertura:
500g de azeitonas pretas
azeite
flor de sal/sal grosso

PREPARAÇÃO
Amornar a água e triturar nela o dente de alho e o azeite.
Colocar numa tigela e juntar o fermento, o sal e a farinha.
Amassar até formar uma bola.
Polvilhar com farinha e deixar levedar 1h30/2h.

Esticar a massa num tabuleiro untado com azeite.
Cobrir com um fio de azeite que se espalha com os dedos.

Polvilhar com o alecrim bem picado.
Espalhar as azeitonas e calcar com o dedo indicador, toda a massa, inclusive as azeitonas, fazendo covinhas em filas na massa.
Polvilhar com o sal.

Levar ao forno a 180ºC cerca de 30min.

Retirar e untar ainda quente com um fio de azeite.
Deixar arrefecer antes de cortar.

 
 
 

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- A massa pode ser feita na máquina do pão ou na bimby. Na bimby aquecer a água 2min, 37ºC, vel. 1. Acrescentar o alho e o azeite e triturar 10seg., vel. 6. Juntar o fermento, o sal e a farinha e amassar 50seg. a 1min, vel. espiga. Polvilhar com farinha se a massa estiver húmida. Retirar a massa e deixar levedar tapado;
- Para descaroçar as azeitonas pode ser usado um descaroçador, mas ao calcá-las com a lâmina de uma faca larga na tábua, as azeitonas são rasgadas e o caroço sai facilmente. [uso uma pedra grande bem lavada para o efeito, prenda que me trouxeram do recreio da escola, numa mochila muito pesada!] Estando as azeitonas rasgadas a própria oleosidade da azeitona passa para a massa;
- É importante que a massa levede um pouco depois de esticada, mas o tempo de espalhar a cobertura, 15min, é suficiente;
- Ao untar com azeite a massa ainda quente a superfície da focaccia fica macia e brilhante;
- Querendo um aroma mais intenso a alho, usar dois dentes na massa em vez de um e depois de untar com azeite a focaccia quando esta sair do forno, passar com um dente de alho cortado pela superfície.

terça-feira, 3 de Julho de 2012

DOCE DE GINJA

Tal como no caso dos marmelos em que se faz a marmelada (aqui e aqui), não é aprazível comer ginjas cruas. É muito mais ácida que a sua prima direita, a cereja.
No entanto, dando-se as ginjeiras tão bem no nosso clima, as ginjas tiveram que ter aproveitamento, quer pela famosa ginjinha ou neste doce fantástico.

Não é um doce muito doce, para isso temos o de morango, figo..., é um doce com um grau de doçura q.b..
Também não acho necessário acrescentar qualquer aroma como o da canela ou cravinho porque já é bem aromático e mascararia o aroma natural da ginja.

Acompanha lindamente um queijo fresco ao lanche ou uma tosta ou torrada pela manhã.

Fiz assim...

DOCE DE GINJA


INGREDIENTES
600g de ginjas descaroçadas
450g de açúcar (250g de açúcar branco + 200g de açúcar gelificante)

PREPARAÇÃO
Lavar as ginjas, retirar o pedúnculo e descaroçar.

Colocar num tacho as ginjas e o açúcar e levar a lume médio cerca de 30min., mexendo de vez em quando. Manter o tacho semi-destapado.

Testar o ponto num prato frio.

Ainda bem quente colocar em frascos esterilizados, tapar e virar ao contrário.
Colocar os frascos na posição normal passado 1h ou no fim de frios.

 
 
 
 
 


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Não usando uma parte em açúcar gelificante usar a totalidade em açúcar branco adicionando 2 colheres (sopa) de sumo de limão;
- Para outras quantidades de fruta o peso do açúcar é de 75% do peso da fruta;
- Na bimby colocar as ginjas e os açúcares no copo e programar 30min, velocidade 2, varoma, com o copo medida inclinado para escapar o vapor;
- Para testar o ponto do doce colocar previamente um pequeno prato no congelador e quando se achar que o doce está no ponto verter uma pequena colher no prato. Como o doce arrefecerá depressa facilmente se observará como ficará quando totalmente frio;
- Se triturar o doce este ficará opaco, menos atraente.