terça-feira, 17 de junho de 2014

BOLO INVERTIDO DE PÊSSEGO E AÇAFRÃO

Um clássico bem fresco, uma delícia.
A massa é amanteigada e humedecida pelos sucos do pêssego e do caramelo...

Já substitui o pêssego por maçã e por ananás e o resultado é sempre bom.
A receita é do livro Cake da Rachel Allen - Upside-down peach and saffron cake.

Acompanhado com uma colherada de natas ácidas ou iogurte grego torna-se numa sobremesa magnífica.
Simples com um café sem açúcar faz a diferença.

Fiz assim...

BOLO INVERTIDO DE PÊSSEGO E AÇAFRÃO ´


INGREDIENTES
50g de manteiga
175g de açúcar
4 pêssegos frescos pelados ou 1 lata grande (+/-800g) de pêssegos em calda fatiados
200g de farinha
1 colher (chá) de fermento em pó
1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/4 colher (chá) de sal
2 ovos
200ml e leitelho (buttermilk)
75ml de óleo de girassol
1 boa pitada de açafrão

Para acompanhar:
iogurte grego ou chantilly


PREPARAÇÃO
Pré-aquecer o forno a 180ºC

Numa caçarola colocar a manteiga e 50g do açúcar e deixar cozinhar cerca de 3min ou até ficar dourado claro. Mexer ocasionalmente.
Remover do lume e espalhar no fundo de uma forma.

Distribuir os pêssegos laminados por todo o fundo da forma, numa só camada.

Numa taça misturar a farinha, o fermento, o bicarbonato, o sal e o restante açúcar (125g).
Noutra taça ou na da batedeira bater os ovos com o leitelho, óleo e açafrão.

Fazer um buraco no meio dos ingredientes secos e verter a mistura dos ingredientes líquidos ou misturar os secos aos ingredientes líquidos da batedeira. Bater até ficar homogéneo e macio.

Verter a massa do bolo sobre os pêssegos e levar a assar 30-35min. ou até que o palito saia limpo.

Retirar do forno e deixar arrefecer 5min. antes de desenformar.

Servir morno ou à temperatura ambiente com uma boa colherada de iogurte grego ou chantilly.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Quando elaborar o caramelo deixá-lo clarinho pois este ainda irá cozinhar e poderá tornar-se demasiado escuro e amargo;
- Se não usar açafrão e quiser manter a cor amarela do bolo pode usar umas gotas de corante amarelo;
- No fim de desenformar costumo abafar o bolo com a própria forma, entretanto, já lavada ou com uma caixa plástica, para reter a humidade do bolo.