segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

BOLO DE IOGURTE E MAÇÃ

Mais uma variação do Bolo de Iogurte (Everyday Yoghurt Cake), desta vez com maçã. E quem não gosta de um bolo com maçã?

A massa deste bolo já é bastante boa e com maçã fica ainda mais apetitosa e aromática.
A maçã altera um pouco a textura do bolo, deixando-o mais húmido. Ao coloca-la no topo, dispensa decorações.

As únicas alterações relativamente à receita já publicada é o acrescento da maçã e do tempo no forno, 15-20min. mais, pois as frutas tornam as massas mais húmidas e por isso mais lentas a assar.

Ótima sugestão para mandar/levar numa lancheira, a fruta assim já não oxida :)

Fiz assim...

BOLO DE IOGURTE E MAÇÃ


INGREDIENTES
Para forma redonda de 22cm de diâmetro
280g de farinha de trigo
250g de açúcar
1 colher (chá) de fermento em pó
1/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/4 colher (chá) de sal fino
2 ovos
250ml de iogurte naturais (2x125ml)
180ml de óleo
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
6 maçãs médias

Para decoração:
1 colher (sopa) de geleia
1 colher (sopa) de água

PREPARAÇÃO
Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Untar uma forma de 22cm e forrar o fundo com papel vegetal.
Descascar as maçãs, cortar ao meio, retirar o centro e golpear cada metade em fatias com menos de 0.5cm, não as separando.

Numa taça grande misturar a farinha, o açúcar, o fermento, o bicarbonato e o sal.
Noutra taça mais pequena misturar bater os ovos e misturar o iogurte, o óleo e a baunilha.

Verter a mistura líquida sobre os ingredientes secos e envolver com a vara de arames ou espátula.

Colocar a massa na forma preparada.
Dispor as meias maçãs em roda, com as fatias cortadas para cima, calcando um pouco cada uma.
Levar ao forno cerca de 55min.-1h ou no teste do palito este sair seco.
Retirar do forno e deixar repousar 5min. antes de desenformar sobre o prato vulgar, retirar o papel vegetal e voltar a virar sobre o prato de servir.

Deixar arrefecer.

Colocar numa pequena taça de vidro a geleia e a água, levar ao microondas até aquecer bem e pincelar sobre o bolo.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Ao misturar os ingredientes líquidos aos sólidos não bater em demasia, apenas para ficar um pouco homogénea mas não completamente lisa, tal como se faz ao preparar muffins;
- Em vez de iogurte normal já experimentei substituir por iogurte grego e queijo tipo quark e fica igualmente bom e ainda mais aromático;
- Para além da baunilha a massa fica muito boa com raspa de limão, laranja ou tangerina;
- As metades da maçã golpeadas permitem uma boa decoração e ajudam a maçã a desidratar enquanto o bolo assa;
- Para mais fotos com o passo-a-passo ver a publicação original.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

BIFES DE PERU ENROLADOS

É normal comermos, aqui em casa, bifes de peru, tal como de frango, grelhados apenas com sal e pimenta e depois regados com um pouco de sumo de limão, temperados com alguma antecedência ou não, com alho e louro, fritos em azeite, alho, louro, pimentão doce e vinagre (à casa), com cogumelos e natas, à milaneza...
De qualquer das preparação são sempre do agrado de todos, pois são macios e aderem facilmente aos temperos usados.
Se houver sobras, sabem sempre bem no dia seguinte, no pão, com um pouco e mostarda e uma folha de alface.

Esta sugestão de os enrolar com queijo e fiambre pode parecer complicada, mas não há nada mais simples. Bem mais fácil e limpo do que os panar. E posso garantir, embora não seja nenhuma inovação, são sempre um sucesso, principalmente dos mais pequenos ;)
Para além do recheio misto, o facto de serem enrolados torna-os mais divertidos.

Acompanhados com um arroz, como o Arroz de cogumelos com tomilho e linguiça, como foi desta vez, absorve o molho e torna-o ainda mais saboroso.

Fiz assim...

BIFES DE PERU ENROLADOS


INGREDIENTES
Para 4 pessoas:
4 bifes de peru finos
4 fatias de fiambre
8 fatias de queijo
orégãos secos
fio de azeite
2 folhas de louro
2-3 dentes de alho
sal
pimenta preta moída
vinho branco

palitos (para enrolar)

PREPARAÇÃO
Na tábua esticar os bifes e sobrepor em cada, uma fatia de queijo, uma de fiambre e outra de queijo.
Salpicar com orégãos.
Enrolar da extremidade mais estreita para a mais larga e prender com 1 ou 2 palitos.
Repetir o procedimento para os restantes bifes.

Aquecer muito bem uma frigideira que tenha tampa ou caçarola antiaderente.
Dispor os bifes, sem qualquer gordura, para dourar, durante uns minutos.
Com uma pinça rodar os bifes para que ganhem cor de todos os lados.

Assim, que estiverem bem dourados e selados, acrescentar o fio de azeite e o louro.
Virar novamente os bifes de todos os lados.

Acrescentar os alhos laminados e temperar com sal e pimenta.
Quando os alhos começarem a ganhar cor, refrescar com um golpe de vinho e tapar a caçarola.
Ao fim de uns minutos, com a colher de pau, deslassar os sucos que ficam agarrados à caçarola e se for preciso acrescentar um pouco mais de vinho,

Deixar estufar uns minutos, para que os bifes cozinhem uniformemente por dentro.

Servir de imediato, retirando os palitos e regando com o molho.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Cortar ou pedir no talho para cortar, o peito de peru bem fino, para que se enrolem facilmente e cozinhem no interior;
- É importante usar uma frigideira ou caçarola com tampa para que os bifes no fim de levemente fritos no azeite, estufem no vapor, simulando o calor do forno e possam cozinhar por dentro;
- Para que os rolos ganhem uma boa cor deixá-los cozinhar de cada lado uns minutos antes de os virar. Pode ser preciso encostá-los uns aos outros ou à própria caçarola, para os segurar do lado a dourar;
- Não acrescento os dentes de alho logo no início para que não se queimem, assim, mais para o fim, deixam um aroma mais fresco.