sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

FILHOSES DE FORMA, EM FLOR OU DE FLORETA

Natal sem o aroma de canela, não é Natal.
A canela é quente, aconchegante, sincera e verdadeira, como todos nós deveríamos ser uns com os outros. O espírito de Natal até pode ajudar, mas é pena que seja sol de pouca dura e o verniz acabe por estalar...

Se não há Natal sem canela, não há Natal sem fritos doces.
Para além das minhas favoritas Filhoses de abóbora ou em sua substituição Filhoses de cenoura, os Coscorões com calda ou Coscorões com açúcar e canela e estas bonitas filhoses de forma são dos meus fritos natalícios preferidos.
Pode ser vantagem destas filhoses o não precisar de levedar, como as tradicionais de abóbora, nem preciso estender com o rolo da massa como nos coscorões.

Estas filhoses são aromáticas, pelo sumo e raspa de laranja que têm, mas também, pelo toque de aguardente que combina bem nos fritos desta quadra.
A massa fina traduz-se numa textura estaladiça que permanece assim alguns dias.

É necessária uma tradicional forma de metal com desenhos geométricos e recortes interiores para fitar a massa e fazer estas filhoses. Esta que usei é redonda, comprei em garoto numa feira.

Feliz Natal!

Fiz assim...

FILHOSES DE FORMA, EM FLOR OU DE FLORETA


INGREDIENTES
4 ovos
250ml de leite
3 colheres (sopa) de sumo de laranja
raspa de laranja
1 colher (sopa) de aguardente
2 colheres (sopa) de açúcar
350g de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento em pó

óleo ou azeite (para fritar)
açúcar e canela (para polvilhar)

PREPARAÇÃO
Numa tigela bater os ovos com um garfo ou vara de arames.
Juntar aos ovos batidos o leite, sumo e raspa de laranja, aguardente e o açúcar e misturar bem.
Acrescentar a farinha e o fermento e mexer até obter uma massa homogénea.

Preparar um prato ou tabuleiro com papel de cozinha para escorrer as filhoses, uma tigela com a mistura de açúcar e canela e 1 folha dobrada de papel de cozinha para escorrer o ferro.

Aquecer o óleo a 175ºC e mergulhar a forma das filhoses.
Escorrer o ferro e pousar sobre o papel absorvente.
Mergulhar a forma na massa das filhoses apenas a 3/4 da altura do ferro.
Mergulhar a forma no óleo e agitá-la até soltar a massa.
Voltar a pousar a forma no papel absorvente e logo de seguida repetir o processo de mergulhar a forma na massa.

Deixar alourar cada filhós virando-as dos dois lados.
Retirar as filhoses do óleo e deixar escorrer no papel absorvente.
Passar cada filhós na mistura de açúcar e canela.
Dispor no prato de servir.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- É importante que o ferro esteja quente para que a massa adira, mas deverá estar seco, pousando 1-2 segundos no papel absorvente, para que a massa não se desprenda de imediato;
- Se ao mergulhar e agitar o ferro no óleo a massa não se desprender e começar a ficar dourada, usar um pauzinho de espetada ou da comida chinesa e ajudar soltá-la do interior da forma;
- Se por algum motivo a massa prende ao ferro e não descola no óleo, no lava-loiça raspe com uma faca a massa presa, limpe com papel de cozinha e repita o processo aquecendo bem a forma e secando um pouco;
- O fermento em pó usado ajuda a soltar a massa e a ficar mais estaladiça.

4 comentários:

  1. Adoro estas filhós! A minha mae fazia imensas vezes quando eu era miuda! Quando me casei, na primeira vez que encontrei as formas à venda não hesitei! Boas Festas!

    ResponderEliminar
  2. Belas filhoses.

    Boas Festas.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/12/festa-de-natal-curiosos-aletria-de.html

    ResponderEliminar
  3. Tenho de comprar uma forma destas!
    Fico cheia de pena de não as fazer!
    Ficaram lindas!
    Boas Festas
    Nina
    https://www.facebook.com/cantinhodapartilha/

    ResponderEliminar
  4. Tenho de comprar uma forma destas!
    Fico cheia de pena de não as fazer!
    Ficaram lindas!
    Boas Festas
    Nina
    https://www.facebook.com/cantinhodapartilha/

    ResponderEliminar

Deixe aqui o seu comentário a esta cozinha!