quarta-feira, 15 de outubro de 2008

PANQUECAS FOFAS

Eu gosto de panquecas, nós gostamos de panquecas e eu sei que todos também.
Ao fim de semana, porque de semana não dá tempo para muita coisa, aparecem panquecas à mesa.

Esta sugestão é ainda mais fofa que as dá deliciosas Panquecas com milho doce do Jamie Oliver e que as Panquecas integrais. É uma receita do livro "The Perfect Recipe" da Pam Anderson, alterei uns pormenores.

O segredo da leveza está no buttermilk que leva, ou então uma das suas substituições caseiras como foi o caso.

As coberturas ficam ao critério do cliente: doce de morango, doce de ananás, doce de tomate, doce de casca de melancia, mel, maple syrup, frutas cortadas...

Fiz assim...

PANQUECAS FOFAS


INGREDIENTES
1 chávena/150g de farinha
2 colheres (chá) de açúcar
1/2 colher (chá) de sal
1/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 de chávena/250ml de buttermilk (usei 240ml de leite com 1 colher (sopa) de vinagre)
1 ovo (gema + clara)
2 colheres (sopa) de manteiga sem sal (se for com sal eliminar a colher de sal)


PREPARAÇÃO
Numa taça misturar os ingredientes secos: farinha, açúcar, sal e bicarbonato.
Numa taça ou medidor de vidro colocar a clara e batê-la com a vara de arames da varinha mágica até ficar em castelo, juntar o buttermilk ou o leite e o vinagre, e bater mais um pouco para ficar bem espumoso.
Derreter a manteiga e juntar-lhe a gema e fazer um creme.
Juntar à mistura de secos o creme de manteiga e a mistura da clara. Envolver sem bater muito.
Aquecer uma frigideira antiaderente, mantê-la no lume médio e verter a massa formando rodelas de 12cm +/-.
Virar as panquecas atirando-as ao ar ou com a ajuda de uma espátula.

Cobrir como desejar.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Se se optar pelo leite + vinagre, fazer esta mistura antes de qualquer outra coisa, para descansar cerca de 15min.;
- O buttermilk encontra-se à venda, p. e., nas lojas Aldi, em copos de 500ml a 0,50€.

24 comentários:

  1. nahmi nhami...
    e come-las só com canela e açucar...

    beijinhos

    -qd puderes liga-me

    ResponderEliminar
  2. hehe eu gosto tu gostas ele gosta nós gostamos vós gostais eles gostam... PERFEITAS!!! um grande beijinho

    ResponderEliminar
  3. agora comi umas quantas com xarope de caramelo :P

    ResponderEliminar
  4. Eu não conheço ninguém que não goste de comer panquecas, a verdade é que toda a gente gosta! Faz algum tempo que não como e estas abriram-me o apetite de uma maneira que nem imaginas...

    beijos

    ResponderEliminar
  5. Ficaram lindas!

    Só discordo do segredo da leveza estar no buttermilk. Pessoalmente acho que está no bicarbonato de sódio. Pois sempre que adiciono esse ingrediente a bolos ou panquecas obtenho sempre resultados mais fofos e leves :)

    ResponderEliminar
  6. Que panquecas fantásticas...
    Devem ser deliciosas.
    Hei-de experimentar num lanchinho muito em breve, se não se importar claro.
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Manuela, discordo ;).
    É verdade que o bicarbonato de sódio dá leveza, pois aqui funciona como fermento (nas receitas com bicarbonato não se usa fermento em pó, com algumas excepções). O bicarbonato é quimicamente falando uma base e só faz efervescência com um ácido, aqui o vinagre. Se o buttermilk não for usado e for usado, por exemplo, leite, não faz o mesmo efeito. Bicarbonato sem vinagre não torna as panquecas leves, se for usado fermento ele também reage com o vinagre, logo, mantenho a minha opiniãoo de que sem vinagre (buttermilk) não há leveza, pois de certeza que se não levasse bicarbonato levaria fermento e precisava do vinagre:)

    ResponderEliminar
  8. Também dá com limão ao invés do vinagre? O vinagre faz-me confusão!
    Eu gosto de panquecas :)

    ResponderEliminar
  9. Pronto, pronto, estou convencida :)

    Afinal de contas, quem sabe sabe :P

    ResponderEliminar
  10. Ameixa, sim também dá com limão. Eu antes também não usava muito o vinagre, mas desde que li um livro sobre os benefícios do vinagre de sidra (não de vinho) fiquei siderado, lol, é tipo pomada jibóia, dá para tudo, é incrível.

    ResponderEliminar
  11. He he pomada jibóia? Adorei :)
    Não imaginei que fosse de cidra... pensei logo no vinagre de vinho. Obrigada pelo esclarecimento ;)

    ResponderEliminar
  12. Olá
    gostava que fosse a:
    arte-e-ponto.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. Olá!
    Nunca por cá tinha passado. Gostei, principalmente das várias receitas de pão. Presumo que MFP seja uma máquina. Não tenho embora esteja a pensar comprar uma. Compensa? Mas como não é para já seria possível postar sempre a alternativa de como fazer à mão?
    Bjs e obrigada!

    ResponderEliminar
  14. Tenho que experimentar!
    Essas do Jamie oliver, são as minhas favoritas ( pelo menos eram até hoje!). Se dizes que estas são ainda melhores, vou ter mesmo que experimentar. Eu devoro panquecas, simplesmente adoro!

    ResponderEliminar
  15. Hummmm... gostei desta receita! Ainda mais, porque estou colecionando receitas com o buttermilk(leitelho). Agora que aprendi a fazer manteiga, tenho que ter um destino para o leitelho também. Estas panquecas ficaram muito apetitosas! Parabéns!
    Bjs

    ResponderEliminar
  16. Gostei da receita, vou anotar (as que fiz não levava manteiga...)
    Quando der, vou preparar num final de semana!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Parabéns pelas panquecas, pela postagem e pela aula de química.

    Abraço,

    Jean Claudi

    ResponderEliminar
  18. Hoje finalmente fiz as suas panquecas que já andava a namorar há muito... que delícia! é só pena ter ficado com gosto de "quero mais" (para a próxima tenho que duplicar a receita).
    Aproveitei a onda e preparei também o pão de água que repousa agora na cozinha à espera de ir para o forno amanhã...
    Continue com o seu blogue que é, para mim, o melhor blogue de culinária, completíssimo!!! Parabéns.
    Um grande abraço!

    ResponderEliminar
  19. O meu minorca, a 2 semanas de fazer 3 anos, comeu-as quase todas...
    Mas pelo pouco que eu e o pai provámos, achamos que ficaram magníficas!

    ResponderEliminar
  20. OLá! quando fiz a massa ficou cheia de grumos :( é suposot usar varinha magica? eu só usei a vara de arames, e quando juntei tudo era só grumos, como fazes?

    ResponderEliminar
  21. Liliana, sempre que faço uso efetivamente a varinha mágica por ser mais rápido, ela aparece até dentro do copo numa das fotos da receita.
    Mas mesmo com a varinha mágica é apenas para bater rapidamente, para que o glúten não se desenvolva.

    Com a vara de arames também dará certo. Deve abrir uma cavidade no meio da mistura da farinha, colocar os líquidos e ir mexendo do centro para a periferia envolvendo lentamente a farinha.

    Espero ter ajudado :)

    ResponderEliminar
  22. Obrigada, vou experimentar a usar a varinha mágica da próxima vez ;)

    ResponderEliminar

Deixe aqui o seu comentário a esta cozinha!