quinta-feira, 7 de Agosto de 2008

PÃO DOCE - O PÃO DOCE

Já fiz muitos pães, mas nenhum tinha sido comido em 20min.. Pois é, foi ao lanche e foi comido morno, foi só o tempo de arrefecer um pouco para poder ser agarrado para ser cortado. Eu, Pê, Rê e Bê comemo-lo, não sobrou migalha para contar história.

Amassado e assado na MFP é muito rápido, mas, assado no forno convencional fica ainda melhor pois poderá ter uma cobertura, com açúcar, mais extensa e outra forma. Pode ser tendido em pequenas bolas óptimas para um lanche.

Dentro dos pães doces que já fiz este fica diferente dos já aprovadíssimos: Pão de Leite e Pão de Leite Condensado, por isso lhe chamei simplesmente o Pão Doce.

Usei farinha Custard para lhe dar o toque especial.
A farinha Custard faz parte da minha infância, talvez tenha sido o primeiro ingrediente que eu comprei by my own para a despensa da cozinha da minha mãe.
Usei muitas vezes, nas mais variadíssimas ocasiões, desde para preparar o famoso Creme Custard, ou Custarda (semelhante a leite creme), quer para recheios de pães de ló, tartes e tortas, crepes, cobertura de gelados, ou outras situações, variando a sua consistência.
Sempre que abria o armário, lá estava o pacote. Os anos foram passando mas o pacote de farinha Custard nunca mudou o seu aspecto, ainda em solteiro mudei de cozinha e a farinha Custard esteve presente, depois de casado tive uma cozinha e na despesa, lá estava o pacote Custard, mudei novamente de cozinha e... Não preciso de dizer que não foi sempre o mesmo pacote, mas que dura, dura, tem 500g.
Por me ter sempre acompanhado e nunca me deixar ficar mal, é a ela, à farinha Custard, que dedico este pão.

A farinha Custard dá a cor amarela e um sabor abaunilhado característico. É um preparado instantâneo para fazer a sobremesa Creme Custard que é semelhante a leite creme, substituindo a receita tradicional feita com leite, gemas, açúcar, baunilha e maizena, e é muito versátil. É base de muitos molhos doces conhecidos como o Creme Inglês (anglaise), o Creme Bavarian ou o Crème Brûlée.

O interior deste pão é muito macio e muito saboroso. A miolo separa-se em camadas como se fosse de croissants. Não é muito doce, apenas o suficiente, é semelhante às tranças doces que se vendem por aí. Vale a pena ser testado.

Fiz assim...

PÃO DOCE - O PÃO DOCE



INGREDIENTES
200ml de leite morno
50ml de água morna
2 colheres (chá) de fermento seco ou equivalente
100g de açúcar
3 colheres (sopa) de leite em pó
2 colheres (sopa) de farinha custard
2 colheres (sopa) de margarina
500g de farinha T65

PREPARAÇÃO
Na MFP:
Pela ordem indicada, colocar na forma da MFP.
Seleccionar o programa "sandes", tamanho I. No final do 2.º amassar polvilhar o topo com açúcar.
Desligar a MFP 10-15min. antes de terminar o ciclo.


Pode-se optar por amassar na MFP e depois tender à mão o pão, como de indica a seguir.

À mão:
Numa tigela grande colocar os líquidos mornos e dissolver o fermento. Juntar de seguida todos os restantes ingredientes e amassar bem durante uns 15min. formando uma bola homogénea.
Deixar levedar 1.3h tapado com um pano em lugar aquecido. Pesar a massa, dividir o peso por 10 e separar bolinhas de massa com o peso respectivo. Tender bolas fechando-as em baixo com os dedos e colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal.
Pincelar as bolinhas com água (pode ser gema ou leite) e salpicar com açúcar.
Cobrir com papel vegetal e um pano e deixar levedar 30min..
Levar ao forno a 200ºC durante 20min., sensivelmente, ou até ficarem douradas por cima.

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Desligar antes de terminar o ciclo para que a côdea fique mais clara e mais macia;
- A farinha custard é essencial pelo sabor e pela cor. Encontra-se à venda nos hipermercados junto dos preparados instantâneos de gelatina, pudins e leite creme. Provavelmente poderá ser substituída por equivalente de preparado de leite creme em pó, mas nunca experimentei.

68 comentários:

pimentanaweb disse...

Nhami... e com um bocadinho de côco por cima... ai, ai!

O teu demorou 20m acho q lá em casa demorava 5m!! ;)

Beijinhos

Nani disse...

Faço um parecido mas sem a custard, vou testar esse um dia desses, ;)

psychic disse...

Hmm esse pão deve ser uma gulodice!!

Vou experimentar de certeza... depois conto como correu!!

Obrigada!

Filipa disse...

Este pão está com um aspecto fantástico, não admira que tenha durado pouquíssimo tempo...
Fiquei com vontade de o fazer mas não tenho MFP, como seria feito convencionalmente?

beijos

ameixa seca disse...

E onde encontro a custard? Gostava de experimentar. O pão normal já não dura muito... imagino este ;)

Leila disse...

Parece ser bem gostoso mas nunca vi a farinha custard.
beijinhos

Pão, Bolos e Cia. disse...

Filipa - já acrescentei como fazer no forno convencional, é simples.

Ameixa e Leila - por aqui encontro nos hipermercados junto aos preparados de sobremesas instantâneas.

Kláudinha disse...

vou fazer!! vou fazer!!!!
parecem comprados numa padaria
lindos!!!!!!!!!!!!111

Filipa disse...

Olá! Obrigado pela gentileza :) Já tomei nota e vou fazer assim que tiver um tempinho. Assim em doses individuais ficam ainda mais charmosos...

beijos e obrigada!

nana disse...

Parabéns pelo Blog e por esta receita, que irei experimentar!....
... se me ajudar com as seguintes dúvidas:
1-poderei não utilizar o leite em pó? alguma sugestão de um ingrediente alternativo?
2-a quanto corresponde a quantidades de fermento utilizada? uma saqueta fermipan?
3-e já agora, a quanto corresponde 2csopa de margarina?
Muito obrigada!

Mari Rezende disse...

Fiquei encantada pela receita! Agora vou ficar com idéia-fixa de comprar essa farinha custard, hehehe!

Pão, Bolos e Cia. disse...

Nana,
1- Pode não usar o leite em pó, não o substitua por nada, a não ser talvez por uma colher de farinha, pois pode ser preciso para dar o ponto à massa, ou se calhar até não. O leite em pó torna mais macia a massa no final de assado, o leite líquido não tem o mesmo efeito.
2- 2 colheres de chá de fermento seco é menos que 11g (1 saqueta) devem ser 7-8g, ou seja 2 pacotes de fermipan dão 6 colheres.
3- 2 colheres (sopa) de manteiga são cerca de 30g, mas mais coisa menos coisa, 3-40g.

Espero ter ajudado, obrigado pela visita, depois de fazer este pão conte-me como ficou. Bom fds.

ameixa seca disse...

Vou ver se encontro essa farinha e o leite em pó também. Gostei das bolinhas... parecidas com os pães de leite ;)

Anónimo disse...

Aqui uma sugestão de compra da CUSTARD:

http://www.continente.pt/ProductDetailMain.aspx?productId=2003651&CategoryPath=12&CategoryName=&SubCategoryName=&PageIndex=3

Nana disse...

Fiquei completamente rendida e ainda só testei a versão na MFP!!!
Vou agora experimentar assar em bolas individuais no forno convencional...não deve desiludir!
Obrigada pela partilha da receita e pela resposta tão célere às minhas dúvidas!

Kláudinha disse...

oi, já experimentei ficou demais!!!
não pus o leite em pó por causa do meu filhote (alergia à proteina do leite)e usei leite de soja em vez de normal, e como nao tinha farinha custard fiz com maizena e umas gotinhas de baunilha!!
claro que vou experimentar com a custard qd a vir vou logo comprar... mas fikei com tanta vontade de fazer esta receita que fiz ontem assim que cheguei a casa :p obrigada
;)

xinha disse...

Olá Renato cá estou eu novamente.Devo confessar q ñ esperei até ao fds para experimentar esta pequena maravilha.Uma autêntica delicia.Fiz na máquina de fazer pão mas para a próxima vou experimentar fazer no forno.Apenas ñ pus o leite em pó uma vez q ñ tinha em casa.Obrigada!!

Marisa disse...

Fiz hoje!! É mesmo mto bom =) Obrigada pela receita.

Anónimo disse...

Este pão é realmente delicioso, já o fiz algumas vezes, uma das quais com côco.

Carla disse...

Mais uma receita do Renato que faço e mais um SUPER SUCESSO!!! Parabéns, realmente a receita é tudo de delicioso e ainda mais um pouco! RECOMENDO VIVAMENTE!!!
Pela primeira vez não usei minha máquina programada para a manhãzinha. E ainda me estreei a cozer o pão no forno apesar de já ter a máquina há quase 2 anos(chame-me novata, eu mereço!!!)Aproveitei este dia chuvoso, prenúncio do eminente fim do meu querido Verão, para fazer estes pãezinhos para o lanche das crianças, também nostálgicas (sem o saberem) pela proximidade do fim das férias! Enfim, quando qualquer coisa termina bem assim como terminou esta nossa tarde, ganha-se alento e força redobrada para a nova fase!!! : ))

Nini disse...

Divinallllllll

Não pude deixar de experimentar, e ficaram óptimos. Fazem-me lembrar as "arrufadas"q eu comia em pequena.

Obr. por partilhar estas receitas maravilhosas.

Liliana - Surpresas Coloridas disse...

Ola . Antes de mais nada, muito obrigada pela sua visita no meu cantinho. ..

Adoro o seu blog.
E com certeza que vou experimentar esta pao doce. E vai ser ja para a semana


Beijinhos
Liliana

Rute disse...

Quero agradecer por esta óptima receita! Os pãezinhos são óptimos, e ficam lindos!

mamã Liliana disse...

OLA OLA

pois é segui o teu conselho e fiz este pao doce... Bem... mas que pao tao bom... adorei a receita e tenho pena de nao a ter mais cedo... Receita para repetir muitas e muitas vezes... Será que posso transcrever a receita tal e qual esta aqui no teu blog?
Obrigada
Beijinhos

Pão, Bolos e Cia. disse...

Mamã Lili - Claro que não me oponho! Apenas a referencie.
Ainda bem que gostaram.

Manuela © disse...

Já fiz!!! Que pão fofinho e bom! Acabei de publicar no meu blog.

Obrigada pela partilha :)

Doces & Cia disse...

Olá

Já fiz este pão, mas não ficou tão bonito quanto os teus. Mas são, de facto, muito bons!

Brijinhos

Doces & Cia disse...

Pois.... não os deixei levedar com um pano por cima... bom, mas para a próxima já faço tudo certinho.

Beijinhos

Maria disse...

Olá! Experimentei fazer estes pães doces, pois, têm um aspecto maravilhoso. Não me correu tão bem porque ficaram um pouco baixos, talvez tenha batido a massa pouco tempo. Fi-los à mão. Em termos de sabor paraceu-me faltar qualquer coisa, será o sal? Tinha realmente esta dúvida se deveria ter adicionado sal ou não.
Obrigada.

Pão, Bolos e Cia. disse...

Maria - Eu na receita não sugiro sal. Não achei que fosse preciso, até porque a margarina já tem algum. Mas pode ser natural achar que precise de um pouco.
Deixou levedar o tempo indicado, mesmo depois de tendidos? Usou fermento padeiro ou desidratado, certo? Não foi royal? Fez bolas pequenas ou assou um pão só?

Costuma resultar bem, com todos os que têm experimentado, por isso acho estranho. Nada como voltar a repetir.

Maria disse...

Tem toda a razão. Fugi muito à margarina, apenas 1 colherzinha de café para metade da receita, deveria ter deduzido e acrescentado um pouco de sal. Sabe, o meu objectivo é sempre tentar fazer todas as receitas sem gordura alguma ou com o mínimo indispensável. Usei fermento desidratado, fiz bolinhas pequenas que cresceram para os lados mas não subiram. Sim, vou tentar novamente até conseguir.
Muito obrigada

Mari disse...

OlÁ!
Já há algum tempo sigo o seu blog e algumas das receitas mesmo sem ter máquina de pão. Hoje, como tive um tempinho livre fiz este pão doce que é verdadeiramente uma delícia! Só que logo que arrefeceu, ficou um pouco duro, quando eu coloquei logo num recepiente fechado para que isso não acontecesse. É normal? Este é um pão para consumir na hora, ou será que fui eu que me enganei na receita? (mas segui-a religiosamente) ;(!
Às tantas é da padeira!hehhe
beijinhos e continuação de boas receitas...
um beijnho da ilha da Madeira

Pão, Bolos e Cia. disse...

Mari - Obrigado pela atenção e pelas visitas ao blog.
Quer assado na MFP quer em bolinhas e assado no forno não fica duro como diz. Se estivesse calor ainda poderia acontecer, porque o ar seca o pão, mas nesta época não é normal, ainda para mais que diz que o fechou numa caixa hermética.
Se seguiu todos os ingredientes, incluindo o leite, o leite em pó e a margarina que amaciam, tente mudar de marca de farinha usando sempre sem fermento mas tipo 65.

Espero ter ajudado.

Mari disse...

Olá
Muito obrigada pela resposta. Realmente segui a receita e até fiz com a farinha T65! Se não acertou é que não estava mesmo nos meus dias! Às vezes acontece! Mas vou voltar a fazer, lá isso vou... Tem que ficar perfeita. Acho que vai ser óptimo para o pequeno almoço de domingo!
Boas receitas!

clau disse...

Salve!
Nao conhecia o seu blog e estou passando por aqui pela primeira vez.
Mas saiba que ja anotei esta receitinha de pao doce, que me pareceu ser muito boa!
Sò nao entendi muito bem se esta tal de farinha Custard seria um preparado para um pudim ou para um creme de confeiteiro...
E lhe agradeceria pela sua explicaçao.
Um abraço.

Pão, Bolos e Cia. disse...

Clau - A farinha custard é um preparado instantâneo para fazer o creme custard. Os ingredientes deste preparado são amido de milho - maisena, baunilha, corante amarelo. Para fazer o creme junta-se leite, açúcar e manteiga, vai ao lume até engrossar. Fica parecido com o Leite creme que se come aqui. Não sei muito bem a correspondência dele em Itália, mas a ideia nele no pão é dar cor e aroma, por isso pode susbstituir por 1 colher (sopa) baunilha, 2 colheres (sopa) de farinha a mais e algumas gotas de corante se desejar.

Espero ter ajudado.

clau disse...

Ajudou sim e muito obrigada!
E de novo agradeço pela sua atençao e gentileza.
Um abraço!
Ps: hoje olhei com mais calma e vi que vc tem receitas incriveis por aqui. Além, é claro, de um dom para cozinhar e fotografar: parabéns!

Rute disse...

Adorei... simplesmente delicioso... mas uma pergunta. NÂO LEVA SAL??? Eu achei que estava insosso... será??

Pão, Bolos e Cia. disse...

Rute - Quando criei a receita não adicionei sal e no fim de assado não senti necessidade dele. Mas é simples, se achas que precisa então coloca 1 colher (café), não vai interferir e de certeza melhora o sabor.
Obrigado pela experiência.
:)

vidanofeminino disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rute disse...

Muito obrigada... a próxima vez que o fizer vou experimentar por sal... e vou experimentar fazer com fermento seco... eu usei do fermento de padeiro normal, dilui num pouco de agua e juntei. Pode também ter interferido com sabor, será?
Tenho que dar os Parabéns pelo blog, tem receitas fantásticas, divinas... muito obrigada por partilhar estas delicias connosco.

Ana Duarte disse...

Adoro o seu blog!!!
Comprei uma MFP há um mês e meio! A-DO-RO pão!!! Achei que seria útil um aparelho desses em casa...
Até agora fiz apenas 4 pães... desanimei... todos muito maus! No geral ficam baixos e "assapam"... sabem a cru... a fermento... enfim! Deixei a máquina...
Mas agora quero mesmo fazer pão. E do bom! E vou começar com este!
Gostaria que me esclarecesse o seguinte: o leite em pó de que fala na receita é exactamente o quê? imagino que não seja tipo o leite em pó para bebés... ou será?!? E onde se compra? Se possível, agradecia que me respondesse para o meu mail anatduarte@gmail.com
Muito obrigada!

disse...

uauuuuu!
esta tenho de fazer!

disse...

Já fiz: MARAVILHOSOS!!!!

Liliana disse...

Olá!
Parabéns pelo seu blog. Graças a ele é que me deu agora para dar uma de padeira em casa.
Onde vivo não existe farinha custard, mas vou tentar fazer como disse num comentário acima substituindo por farinha, essência de baunilha e corante amarelo.
Mas tenho uma dúvida. Como é que sei que estão cozidos? Bato no fundo e se o som for oco estão prontos? Isto porque corro o risco de não alourarem como os seus :) e depois nunca mais sei se cozeram ou não. Obrigado

Pão, Bolos e Cia. disse...

Liliana - Sim, tirar um e ao levantar já se vê pelo peso, ficam mais leves e depois bate-se em baixo, pode n sair muito oco, porque formam côdea mais macia. Mas quando estiverem vai perceber.
Espero que alourem.
Se precisar da custard diga q tratamos disso.

Liliana disse...

Olá!

Hoje experimentei fazer estes deliciosos pãezinhos. Até que ficaram bons, mas o meu forno, definitivamente, não está virado para dourar pães. O que fiz foi depois de ver que estavam cozidos ligar o eléctrico por 5 minutos e deixá-los criar uma corzinha. Pode ver as fotos deles no blog que acabei de criar http://lillyrecipes.blogspot.com/.
Eu usei farinha espiga T65, mas da próxima talvez diminua na quantidade de líquido para ver se coram sem "ajuda" lol... Obrigado por todas as dicas que me tem dado

Anónimo disse...

Olá,quero fazer esta receita, fazer a massa na MFP e cozer as bolas no forno.A minha duvida é:depois do programa acabar deixo a massa levedar 1h30m na mesma? E depois fazer as bolinhas e aguardar mais 30m? Ou assim que prog.acabar tende-se logo as bolas? Obrigada! Tem um blog expectacular.
Maria

Pão, Bolos e Cia. disse...

Maria - Obrigado por gostar do blog :)
Quanto ao pão, pode amassar na MFP, no programa Massa que dura 1.3h +/- e tender de seguida. Não deve deixar levedar mais 1,3h. Apenas tem que esperar os 30 min no fim das bolinhas estarem tendidas para levar ao forno.

Epero ter ajudado.

Marta disse...

Um dúvida um pouco parva... Sempre que tento usar uma folha de papel vegetal a forrar os tabuleiros, tudo se cola ao papel - pelo que tendo a usar folha de aluminio, apesar não ser o melhor. Essas folhas de papel vegetal são diferentes das normais?

Pão, Bolos e Cia. disse...

Marta - Uso sempre papel vegetal, é meio encerado e por isso não cola. Pode sempre untar o próprio papel vegetal ou mais simplesmente passar spray desmoldante ou de óleo. Acho estranho colar ao papel vegetal, pode acontecer um pouco quando a massa é muito doce, como em bolachas, mas mesmo assim...
Compro papel vegetal em rolo, em qualquer grande superfície há, no lidl também.
O papel de alumínio se agarrar um pouco, depois rasga-se ao tentar sair, por isso não uso. Para além disso às vezes escurece os tabuleiros e acho um desperdício maior que o vegetal.
Tente mudar de marca de papel porque comigo o vegetal dá resultado.
Espero ter ajudado.
:)

Anónimo disse...

Bom Dia!
Duvidas esclarecidas,já fiz o pão doce e resultado desapareceu na mesma tarde,os meus gulutões adoraram!Preciso de mais uma ajuda,é que ando á procura da receita das "Linguas de sogra".Quando era miuda as padarias vendiam esses bolos que eram compridos e sabiam a canela!Sou do Ribatejo
Mais uma vez obrigada
Maria

Marta disse...

Olá!

Vou então acabar de gastar o papel vegetal que ainda tenho, experimentei ontem usar o papel pincelando-o primeiro com um pouco de óleo e já não colou. Depois a ver se mudo de marca.

Obrigada ^^

Anónimo disse...

Achei a receita muito interessante e vou tentar fazer. Uma dúvida: o que é a farinha T65? É a marca da farinha de trigo?

Obrigada

Karine

jawaa disse...

À procura de curd lemon para acompanhar(morno)os últimos morangos deste ano,fiquei encantada com a sua ligação afectiva à custard power que me traz também o aroma da infância. Nasci e cresci em Angola, da África do Sul vinham todas as coisas que por aqui eram quase desconhecidas. Ainda são, pelo que leio acima e sei «de experiência feita».
Trago de Toronto, onde tenho parte da família, umas latas que se aguentam porque fecham muito bem.
Ainda faço de quando em vez o doce dos meus encantos com que minha mãe nos deliciava, a mim e a meu irmão: maçã, polpa de maçã cozida, mal esmagada com um garfo, em monte, e por cima, ainda morno de preferência, o leite creme custard... a canela estava na mesa para ser fartamente usada.
Obrigada por me lembrar isto.
Ah, e vou fazer agora, quando me levantar, estes bolinhos de pão que espero fiquem uma delícia.
Parabéns pelo espaço. Hei-de voltar!
Um abraço
Iria

Rosa Cristiana disse...

Boa tarde,

Já há algumas semanas tinha visto esta receita no teu blog e fiquei logo com vontade de experimentar. Agora quando voltei cá para ver os ingredientes, deparei-me com uma questão, quando dizes 2 colheres (chá) de fermento é fermento em pó tipo fermipan, certo? Então e se eu usar fermento de padeiro, a quantas gramas corresponde? Obrigada :) E parabens pelo blog, adoro :D

Pão, Bolos e Cia. disse...

Rosa, sim, é fermento biológico seco, tipo fermipan.
Em vez das 2 colheres (chá) pode usar 20g do fermento biológico fresco. Pode ver aqui.

Aim'Art disse...

Adorei o pãozinho doce e vou experimentar. Já tenho olhado para a custard e tenho-me questionado sobre a mesma, agora esclareceste-me, beijinhos
Ah, como falaste em tranças, deixo-te aqui as minhas: http://aimartjv.blogspot.pt/search/label/Tran%C3%A7as

Gori disse...

Esta receita já a fiz imensas vezes, muitas vezes em bolinhas polvilhadas com açúcar, adoro-a! Não me vou esquecer da oferta de ajuda quando precisar de esclarecimentos do livro da Rachel.
Obrigada ;)

Ângela Silva disse...

Fiz hoje, mas nao usei o leite em pó. Nao subiram tanto como os seus. E demoraram um pouco a ficar tostados, por isso acho k vão secar :(

Ângela Silva disse...

Acho que não levedou o suficiente porque no forno nao cresceu muito nem ficou fofo. Será que a temperatura ambiente era insuficiente? Usa algum programa especial no forno? Demorou mais de 20 minutos e tostaram pouco. As receitas de pao não me andam a sair nada bem. Pode ajudar? Obrigada

Pão, Bolos e Cia. disse...

Ângela, sim a temperatura ambiente influencia muito o levedar das massas. Agora no inverno as massas tendem a crescer menos ou a demorar mais tempo para levedar.
O que costumo fazer é aquecer 5min. o forno a 60ºC (é a mínima temperatura do meu forno), desligar e depois colocar o tabuleiro dos pães para levedar.
Depois retiro, aqueço o forno e asso-os.
Uso o forno com ventilação.

Ângela Silva disse...

Muito obrigada pela ajuda :) vou voltar a tentar. Já agora quando fala em água e leite morno que temperatura devem rondar?

Pão, Bolos e Cia. disse...

A temperatura "morno" é a temperatura corporal, 37ºC +/-.

Ângela Silva disse...

Prova superada :) segui a dica de levedar no forno e ficaram deliciosos! Muito obrigada!

grazi disse...

estou adorando o seu blog!

poderia me informar qual é esse programa?

" programa "sandes"

muito obrigada!

Renato Parreira disse...

Obrigado pela visita e fico contente por gostar das receitas que tenho no blog.
O programa "sandes" é um programa normal mas a côdea do pão é mais fina, é o que se assemelha mais ao de pão de forma, de sandwich, de compra.

grazi disse...

muito obrigada pela resposta!

1 abraço.