terça-feira, 19 de janeiro de 2016

BOLO DE ANANÁS, NOZ E CENOURA

Um bolo delicioso e muito aromático.
A cenoura e o ananás contribuem para que a massa do bolo se mantenha húmida. As nozes dão-lhe uma textura grosseira e a canela une todos os ingredientes com o seu aroma.

Um bolo para se trincar, consistente, algo denso e pesado, mas ao mesmo tempo delicado.
Um bolo de outono/inverno mesmo ao meu gosto ou não tivesse sido feito para o meu aniversário :)

A cobertura dá-lhe um ar festivo e não sendo muito doce, assenta-lhe lindamente com a sua cremosidade.
No Bolo de maçã e nozes, também com uma textura grosseira mas menos húmido, usei uma cobertura semelhante mais adocicada.

Para um aniversário ou simplesmente para um lanche de fim de semana, acompanhado com uma chávena de chá preto bem quente servido com um pingo de leite.

Fiz assim...

BOLO DE ANANÁS, NOZ E CENOURA


INGREDIENTES
Para o bolo:
350g de cenoura ralada
200g de ananás em calda picado
125g de miolo de noz picado grossseiramente
6 ovos
300g de açúcar (mistura de amarelo + branco)
240ml de óleo
140g de farinha de trigo sem fermento
1 colher (chá) de fermento em pó
2 colheres (chá) de canela em pó
q.b. sal

Para a cobertura:
200g de queijo creme (tipo philadelphia)
2 colheres (sopa) de açúcar em pó
romã

PREPARAÇÃO
Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Ralar a cenoura, picar o ananás e o miolo de noz grosseiramente, na tábua. Reservar.

Bater os ovos com o açúcar e o óleo.
Juntar a farinha, o fermento e a canela peneirada.
Envolver a cenoura, o ananás e o miolo de noz.

Colocar numa forma redonda untada e com fundo forrado com papel vegetal.
Levar ao forno a 180º cerca 50min. ou até com o teste do palito este sair seco.
Deixar repousar 5min. antes de desenformar.

Para a cobertura bater com as varas de arame o queijo para ficar uniforme, juntar o açúcar e envolver.
Cobrir o bolo completamente frio e decorar com bagos de romã.
Manter no frigorífico até servir.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Costumo usar mistura de açúcares amarelo e branco, mas pode ser usado apenas açúcar branco. O amarelo contribui com alguma humidade na massa e com aroma suave a caramelo;
- A forma a usar poderá ser de chaminé, mas nesse caso, para além do fundo ser forrado com papel vegetal, deverá ser untada com manteiga e polvilhada com pão ralado, para desenformar sem dificuldade;
- Para uma cobertura de queijo creme mais tradicional, mais pecaminosa, combinar 200g de queijo creme com 100g de manteiga amolecida, bater com 2 chávenas de açúcar em pó e aromatizar com baunilha ou outro aroma.

5 comentários:

  1. Que dizer? Parece ser um bolo fabuloso! Também gostei da cobertura :)

    ResponderEliminar
  2. Faço uma receita parecida e digo-te, não consigo parar de comer de tão bom que é! Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. nhami nhami, deve ser delicioso!!!

    bjs
    cp

    ResponderEliminar
  4. Adorei! Há muito que procurava uma receita assim que comi num lanche partilhado. Vou experimentar.

    ResponderEliminar
  5. Olá Renato!

    O bolo ficou muito diferente e atraente! Adoro a cobertura de queijo fresco! É um bolo bom para ser levado para uma festa compartilhada ou para receber muitas pessoas, porque assim evita-se a tentação de comer muitas fatias... :)

    Bjs

    ResponderEliminar

Deixe aqui o seu comentário a esta cozinha!