sábado, 19 de abril de 2014

PASTÉIS DE MASSA TENRA

Empadas, rissóis e pastéis de massa tenra são das minhas perdições.
Há algo nestes salgados que me atrai.
A cor dourada depois de fritos ou assados, o cheiro quando acabados de cozinhar... gosto essencialmente da massa. É lógico que não menosprezo o recheio, mas a massa é fundamental!

Os pastéis de massa tenra acabam por ser os mais práticos de se fazer. Não é preciso forrar forminhas, como nas empadas, não é preciso panar em ovo e pão ralado nem cozer a massa, como nos rissóis.
Enquanto os rissóis e empadas demoram umas horas a preparar, porque também não se faz meia dúzia de cada vez, os pastéis de massa tenra preparam-se para uma refeição, se a pressa não for demasiada, e como em todos os outros salgadinhos, congelam-se alguns para fritar depois.
Para acelerar ainda mais o preparação, estiquei a massa na máquina da massa fresca e em vez de a cortar no formato tradicional português, retângulos, cortei na prensa em meia-lua.

Comum às empadas, rissóis e pastéis de massa tenra é poderem ser usadas as sobras de carne cozinhada, por exemplo, cozida ou assada. São por isso formas ótimas de reciclagem de alimentos.

Mesmo que se demore um pouco mais na preparação, a vantagem é estar-se a adiantar uma outra refeição.
Naqueles dias onde não houve tempo de programar o jantar ou quando o cansaço impera ou quando nos lembramos que no dia seguinte é preciso preparar o almoço para os garotos levarem numa saída, ei-los (os pastéis) no congelador, a sorrir para nós :)

Fiz assim...

PASTÉIS DE MASSA TENRA


INGREDIENTES
Para a massa:
30g de manteiga com sal
20g de banha
100ml de água
300g de farinha

Para o recheio:
carne picada à bolonhesa (carne de vaca refogada em cebola, alho e um pouco de molho de tomate, temperada com vinho branco, sal, pimenta e orégãos)

PREPARAÇÃO
Numa caçarola derreter a manteiga e banha. Retirar do lume.
Acrescentar os restantes ingredientes e mexer com a colher de pau até formar uma bola de massa homogénea. Se for preciso para unir a massa, acrescentar mais 1 colher (sopa) de água e mexer.

Deixar descansar 1h.

Dividir a massa em porções e esticar com o rolo da massa na pedra enfarinhada.

Rechear e cortar a massa com o bordo de um copo, a carretilha ou com uma prensa.

Fritar em óleo quente até ficarem dourados.
Escorrer em papel absorvente.

Acompanhar com arroz branco ou outro e uma salada.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- A massa no fim de pronta fica a descansar no mínimo 1h, podendo ficar mais tempo ou mesmo de um dia para o outro no frigorífico;
- O recheio deve ser seco, sem molho, pois enquanto a massa dos rissóis é impermeável a dos pastéis de massa tenra ficará humedecida se houver líquido no interior;
- Quando sobra um pouco de massa, também não há desperdícios, um pouco de queijo e fiambre, por exemplo, e ficam uns pastéis deliciosos. Desta vez usei queijo roquefort, fiambre e orégãos.

10 comentários:

  1. Eu também adoro estes pasteis :) O passo a passo ficou perfeito, obrigado!
    Boa Páscoa!
    _____________________
    aculpaedasbolachas.com

    ResponderEliminar
  2. Estão simplesmente magníficos! Adoro!
    Votos de uma Páscoa Feliz :)

    ResponderEliminar
  3. Adoro a massa dos pastéis de massa tenra!

    Boa Páscoa.

    ______________________
    Ana Teles | Telita
    blog: Telita na Cozinha

    ResponderEliminar
  4. Eu sou "doente" por este salgado!
    Em 1º lugar vêm os croquetes da tua mãe (que saudades) depois os pasteis de massa tenra da Frutalmeidas (em lisboa)e depois os rissóis bons em geral.
    Claro que isto pode ser alterado quando provar os teus pasteis.... eheheh

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Também adoro empadas, pastelinhos e afins. Uma perdição ;)
    Babette

    ResponderEliminar
  6. Que delicia! Obrigada pela partilha!

    viagemdoceviagem.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. Já fiz muitos desses em familia, mas desconhecia esse acessório, que facilita e muito, tenho que ver se encontro um desses...
    Agradeço por partilhares essas receitas, que sao cá das minhas, práticas e boas :)

    ResponderEliminar
  8. Belas receitas as que aqui apresenta.

    Convido-a a visitar o meu cantinho:
    www.trapinhartes.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Obrigada . Me ajudou muito tais dica .

    ResponderEliminar

Deixe aqui o seu comentário a esta cozinha!