segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

DOCE DE MEDRONHO

Está na altura dos medronhos e é vê-los por aí caídos no chão, quase a formar tapetes com as suas cores vivas e outonais: vermelho, laranja e amarelo.

Sabem bem ao natural. E por aqui em casa quase sempre são assim que são comidos, mas estes, para não se estragarem viraram doce.

Designa-se doce ao preparado açucarado de fruta, fervido, engrossado e triturado.
Este doce de medronho, embora não seja triturado, é passado por uma rede o que lhe confere a textura de um doce, em vez do de compota, em que a fruta se notaria em pequenos pedaços desfeitos. Prefiro passá-lo por uma rede para retirar os grãos duros que resultam da casca.
Quando se comem os medronhos frescos não se nota esta textura, mas depois de fervidos este granulado pétreo torna-se mais evidente e pouco agradável a sua presença no doce, tal como a das grainhas das camarinhas na Geleia de Camarinhas.

Não é um doce enjoativo, pois não é muito doce. Como os medronhos têm muita pectina natural, a consistência, no fim de frio, lembra um pouco a da marmelada, tornando-se numa Marmelada de Medronho.

Acompanha lindamente uns crepes, panquecas, waffles... pode ser o recheio de uma torta ou cobertura de uma tarte.

Fiz assim...

DOCE DE MEDRONHO


INGREDIENTES
1kg de medronhos
750g de açúcar
1 pau de canela
1 limão (casca e sumo)
1dl de vinho do porto

PREPARAÇÃO
Lavar os medronhos e escorrer.

Num tacho colocar os medronhos, o açúcar, o pau de canela, a casca e o sumo de limão e um pouco de água no fundo.
Deixar cozinhar em lume médio.
Retirar a espuma da superfície, à medida que se vai formando.
Assim que o doce ganhar consistência e deixar de estar opaco e o caldo apresentar alguma transparência, retirar do lume.

Passar o doce por uma rede metálica grande apertando com a colher de pau, para outro tacho.

Juntar o vinho do porto e deixar levantar fervura.

Retirar do lume e verter o doce para frascos esterilizados.
Tapar e voltar os frascos ao contrário até arrefecer.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- A consistência final pode ser controlada acrescentando um pouco mais de vinho do porto deixando levantar fervura;
- Para coberturas ou recheios depois de retirar do frasco colocar numa taça e para que se torne mais fácil de barrar, aquecer um pouco no microondas ou diluir com um pouco de sumo de limão ou vinho do porto, dependendo do gosto.

4 comentários:

  1. Tem uma bela consistência, parece mesmo uma marmelada.
    Só provei uma vez 1 medronho e pensei que só dava para fazer aguardente...
    Onde apanhaste os teus?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Júlia, o medronho é célebre pela aguardente mas também se faz doce e por ser incorporado em bolos, por exemplo.
      Os medronhos não se vendem no supermercado (pelo menos nunca vi) apanham-se em pinhais litorais. Estes por acaso são de jardim e carregam bem ;)

      Eliminar
  2. Medronho é um fruto que não conheço mas pelas imagens deve ser uma delícia. O doce ficou uma maravilha.

    ResponderEliminar
  3. Belo docinho!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Deixe aqui o seu comentário a esta cozinha!