terça-feira, 18 de março de 2008

PÃO DE LEITE

Quem não gosta de pão de leite? Fofo, adocicado... com queijo e fiambre, humm!

É óptimo para aniversários, melhor que o pão de plástico da panrico/bimbo. Para agilizar o trabalho do dia festivo, faz-se no dia anterior, fica igual.

Na máquina fica com a côdea um pouco escura, mas espera-se que arrefeça e com uma faca grande de pão (de serrilha) apara-se o dito cujo que fica lindo.

Ver também o Pão de Leite Condensado que fica semelhante pelo seu sabor adocicado.

Fiz assim...

PÃO DE LEITE



INGREDIENTES
320ml de água tépida
20g de fermento padeiro ou 2 colheres (chá) de fermento biológico seco Fermipan/Ramazotti
100g de manteiga (derrete na água tépida)
15g de sal
50g de açúcar
2 gotas de corante alimentar amarelo ovo
80g de leite em pó
600g de farinha de trigo tipo 65
1 ovo para pincelar (facultativo)

PREPARAÇÃO
Pela ordem indicada em cima, coloca-se na forma da máquina do pão. Seleccionar o programa sandes (11). Gosto de, quando soa o bip, esperar que amasse e retiro a pá, pois depois no corte as fatias ficam interirinhas.
Assim que acabar de amassar a 2.ª vez pincela-se, com um pincel de silicone, a superfície com o ovo batido.
Deixa-se arrefecer sobre uma rede e no fim de frio aparam-se as côdeas com a faca de serra do pão.

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Se usarmos o leite normal, em vez de em pó, fica o pão encruado;
- Pode não se usar o corante alimentar, mas pão de leite quere-se amarelo (não pensem que os das pastelarias levam ovos...)

19 comentários:

  1. Fiz este pão ontem, mas alterei um pouco a receita.
    Em vez do creme de leite, usei iogurte natural (2 c. sopa), não usei corante porque não tinha, a farinha usei a 65 e o fermento era fresco.
    Cresceu imenso, ficou enorme e super fofo.
    Só tenho a dizer que não sobrou nem 1 fatia.

    Em relação ao fermento, só uso do fresco, por uma questão de comodismo (onde eu moro arranjo facilmente e em quantidade), e porque gosto mais. Mesmo quando programo a máquina, enterro o fermento na farinha e até hoje só tive sucessos.

    Gostava de saber a sua opinião a cerca de deixar esta receita programada. Tenho receio por causa do ovo.

    Adorei a receita! É de repetir em breve.

    ResponderEliminar
  2. Olá, obrigado pelo comentário e pelo voto de confiança na experiência da recieta deste pão.
    Disse que substituiu o creme de leite pelo iogurte, mas a receita não leva natas, substituiu o leite em pó? foi isso?
    As primeiras receitas que fiz, esta foi uma delas, usei sempre o fermento biológico seco, porque as receitas assim o diziam e ninguém usava o fresco. Depois disso comecei a usar o freco, é melhor, mais barato e hoje tenho na prateleira o seco, há muitos meses. Sempre que faço este pão uso o fresco, já tinha pensado em actualizar as receitas, mas não tenho tido tempo, agora já o fiz. Mas também há pessoas que quando vêm uma receita com fermento fresco não a fazem porque só têm o seco e não o substituem, lol.

    Não é meu hábito programar a MFP, já foi, e quando o fazia ainda usava o fermento seco em cima da farinha para não se misturar. Hoje que uso o fresco não programo, e dissolvo sempre o fermento no líquido tépido. Para programar com o fresco este não pode estar em cima do líquido nem este estar morno, por isso não sei se o amassar da MFP é suficiente para o dissolver. Diz que já fez e saio bem, por isso irei experimentar.
    Quanto ao ovo (esta receita não leva) se a máquina ficar na cozinha em local fresco, não vejo problema. No verão é que pode ser pior.

    ResponderEliminar
  3. Acho que fiz confusão, a receita que fiz já não sei se retirei daqui ou não. De qualquer das formas aqui fica:

    Pão-de-leite
    (Ciclo Normal – Sanduíche)

    Para Pães de 900 gramas
    1 1/3 Copo de leite com 1 ovo (320 ml)
    (coloque o ovo dentro do copo e complete o copo com leite)
    2 Colheres de sopa de creme de leite
    1 ½ Colher de chá de sal
    2 Colheres de sopa de açúcar
    4 Copos de farinha de trigo especial (960 ml)
    2 Colheres de chá de fermento biológico seco

    Para pães de 600 gramas
    1 Copo de leite com 1 ovo (240 ml)
    (coloque o ovo dentro do copo e complete o copo com leite)
    1 ½ Colher de sopa de creme de leite
    1 ½ Colher de chá de sal
    2 Colheres de sopa de açúcar
    3 Copos de farinha de trigo especial (720 ml)
    2 Colheres de chá de fermento biológico seco

    Retirar a forma de assar de dentro da Máquina de Pão e adicionar todos os ingredientes na ordem acima. Recolocar a forma de assar na Máquina de Pão. Seleccionar o tamanho do pão, a cor da casca e o ciclo recomendado. Fechar a tampa e pressionar o botão Iniciar/Parar.

    Obrigado pela resposta.

    ResponderEliminar
  4. A pá da máquina, o prório movimento ou talvez outro factor, é suficiente para dissolver o fermento fresco, mesmo quando programo a máquina. Tenho a máquina há 1 mês todos os dias faço pão e de vez em quando bolos, normalmente deixo programada porque adoro o pão quentinho de manhã e não consigo comer pão de um dia para o outro.
    Sempre usei o fermento fresco e o único fracasso que tive foi no pão de fiambre, precisamente por não usar o fermento fresco. Ficou tipo pedra. LOL
    Vou repetir a receita do pão de fiambre mas com o belo do fermento fresco.
    Também não meço, é +/- a "olhómetro", tipo duas nozinhas.
    Obrigado e continue!

    ResponderEliminar
  5. Olá,
    tenho a máquina de pão há algumas semanas e tenho usado o fermento seco, mas queria mudar para o fresco. O problema é que não tenho balança para medir 20g, você não sabe a medida em colheres?
    A minha máquina é britânia (sou brasileira) e tenho aquelas medidas de colher sopa e chá.
    Obrigada,
    Ana

    ResponderEliminar
  6. Olá! antes de mais os meus parabens pelo seu blog, quase todos os dias o visito!!!
    Tenho uma MFP há cerca de um mês e estou apaixonada...experimentei esta receita para levar a um pic-nic, foi um sucesso, em breves instantes o pão desapareceu, com muita pena minha (o pão estava tãooo lindo!!!).Muito obrigada pelas dicas.
    Gostaria que me informasse (se souber é lógico) se a MFP consome muita energia, é que já me deram tantas informações e todas contraditórias que achei por bem perguntar a quem já é experiente nestas andanças!

    ResponderEliminar
  7. Olá Angelina, muinto obrigado pelas visitas e por gostar daquilo que publico.
    Já fiz as contas e num ciclo de 3h em que só assa 1h, o gasto é de 14 cêntimos, mesmo contanto com a baixa temperatura para levedar e os amassos. É pouca electricidade gasta por isso pode ir fazendo pães.
    E ainda bem que o outro desapareceu rápido, tem oportunidade de fazer um novo.

    Beijos e obrigado.

    Renato

    ResponderEliminar
  8. Desta vez fiz este pão que é SIMPLESMENTE MARAVILHOSOOOO!!! : ))
    Muito leve, com uma textura extremamente agradável e que toda a família comeu e se deliciou!!
    Mais uma vez, um excelente resultado! Assim, vou ficar mal habituada!!! : ))

    ResponderEliminar
  9. Renato, desculpa, mas gostava de fazer este pão mas amassado à mão , quer dizer na Kitchen Aid ou bimby,lol...aconselhas-me a misturar os ingredientes durante qt tempo ? e o descanso ? e diluo o fermento antes ...vou usar fresco...desculpa tantas perguntas...beijinho e obrigada

    ResponderEliminar
  10. Mesa - Podes fazer no robot ou à mão, colocando a farinha, abrindo um buraco e misturando o fermento dissolvido na água tépida. Depois juntas os restantes ingredientes com a manteiga amolecida e no final o corante. A MFP amassa 20min., depois descansa 40min., amassa mais uns 10min. descansa 50min. e assa até 1h.
    Podes amassar bem até formar bola homogénea, tipo 10-15min. deixar descansar 1h, voltar a amassar 5min, descansar já na forma, durante 1h e levar ao forno 45min, ou até ficar com a cor desejada.

    Espero que fique muito bom.

    ResponderEliminar
  11. Obrigada R. Vou experimentar vai correr bem de certeza...beijinho

    ResponderEliminar
  12. Passei para lhe dizer que fiquei apaixonada por algumas destas receitas, estou copiando para experimentar. Logo, logo passo por aqui para lhe dizer o que achei.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Já fiz...é maravilhoso...vou publicar hoje...mais uma vez obrigada e um beijinho

    ResponderEliminar
  14. Olá. Descobri há pouco o seu blog e tenho que lhe dar os parabéns! Há varias receitas que pretendo experimentar. Esta já a experimentei e ficou óptima. Só fiz uma alteração, não usei o corante e usei 500g de farinha tipo 65 + 100g de farinha "custard" , não sei se há em Portugal, é amido de milho ao qual juntaram corante amarelo. Ficou delicioso. Vou também experimentar o pão de leite condensado. Muito obrigada por partilhar. Mónica. UK.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mónica,
      Obrigado pelo comentário e fico contente por gostar do que aqui se publica.
      Este pão é muito bom.
      Sim, conheço a farinha custard, é um dos meus marcos de infância. Adorava (e adoro) esta farinha, via-a como algo máqico e gostava muito de ver a embalagem no armário ;) tenho um post onde digo isso mesmo.

      Experimente este pão - O Pão Doce, leva farinha custard e fica muito bom.
      Depois conte como ficou.

      Eliminar
    2. Ola!
      Desde que deixei aqui o outro post ja corri este blog todo e experimentei imensas receitas que ficaram todas muito bem. Adoro todas as variantes do artisan bread - o pao ou rolo de chouriço é fabuloso e as varias wafles optimas. No fim de semana passado fiz a broa com alheira so que sem alheira e com 600g de farinha triga para 400g de farinha milha e ficou deliciosa tanto que desapareceu em 3 minutos.
      A unica coisa que nao consegui foi o queijo fresco. Nao coalhou bem. Talvez tivesse pouco coalho embora eu tenha usado a quantidade indicada no frasco. É da mesmama marca mencionada na receita e usei leite gordo fresco. Tive o cuidado de aquecer o leite ate os 35 graus (usei um termometro). Alguma sugestao antes de eu voltar a tentar?
      Mais uma vez muito obrigada pela partilha. Este é simplesmente o melhor blog de culinaria. Mónica. U.K.

      Eliminar
    3. Olá Mónica, mais uma vez obrigado pelos elogios e por gostar das receitas que publico. A intenção é que dêem certo a quem as experimenta, pois não escondo segredos.
      Quanto ao queijo fresco, o que poderia dizer era relativo à temperatura, muito elevada, mas já vi que foi bem regulada. Pode ser do coalho. Por aqui há em pó e líquido, costumo usar o líquido e corre bem. Se o leite for ultrapasteurizado (UHT) não costuma dar certo, uso apenas pasteurizado. Experimente uma outra marca de leite, daqueles que não têm muita validade (apenas 1 semana +/) e que no supermercado são refrigerados no armário dos frescos.
      Depois conte como correu.

      Eliminar

Deixe aqui o seu comentário a esta cozinha!