quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

PÃO DE NATAL DE PASSAS E NOZES

Este pão, feito na MFP (mas como qualquer outro, pode ser amassado à mão ou na batedeira com os ganchos) tem cheiro de natal.
A textura e o aroma lembra muito bolo-rei.

Seria um Panettone do livro Fresh Bread in the Morning - for your bread machine, mas como tinha acabado as Laranjas cristalizadas, tornou-se num belo Pão de Natal, sem elas.
Usei passas de uva e nozes picadas, mas outras sugestões são bem aceites, como alperces picados, figos secos, avelãs, amêndoas, pinhões, nozes pecãs...

Fiz assim...

PÃO DE NATAL DE PASSAS E NOZES


INGREDIENTES

150ml de leite morno
1 1/2 colher (chá) de fermento biológico seco
50g de açúcar amarelo
115g de manteiga derretida
3 gemas
1+1 colher (chá) de extracto de baunilha
400g de farinha de trigo T65
1 colher (chá) de sal fino
1 limão (raspa)
100g de nozes picadas
100g de passas de uva

1 gema (para pincelar)

PREPARAÇÃO
Na forma da MFP colocar o leite morno, o fermento e o açúcar. Agitar a forma para misturar. Acrescentar a manteiga derretida morna, 1 colher de baunilha e as gemas. Juntar a farinha, o sal e a raspa de limão.
Programar o ciclo "Massa" e prosseguir.
Entretanto demolhar as passas numa caneca com alguma água bem quente e a restante baunilha.

No final do ciclo reprogramar a MFP para o ciclo "Sandes". No 2.º amassar juntar as nozes e as passas escorridas para se envolverem na massa.
Quando iniciar a assar pincelar com a gema batida.
Desligar a MFP e retirar o pão, 10min. antes de terminar o ciclo.

Se optar por assar no forno, no final do ciclo "Massa" adicionar as passas e as nozes e voltar a programar novo ciclo "Massa". No final retirar a massa e colocar numa forma e deixar levedar em local aquecido mais 30min.. Levar ao forno a 180ºC, pincelando com a gema batida, até estar assado.

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- A manteiga não pode estar muito quente pois afectará o fermento e poderá cozer as gemas;
- Se for usado extracto de baunilha não alcoólico, pode-se acrescentar uma colher (chá) de uma bebida alcoólica quer à massa quer às passas.

7 comentários:

  1. Prezado colega,

    Que belo "pãonetone". Parabéns!! Fiz uns panetones na última semana, que voaram... não deu nem para sentis o cheiro... preciso de tempo para publicá-la no blog.
    A sua receita é bem apetitosa.

    Um abraço,

    Jean Claudi.

    ResponderEliminar
  2. É um belo pão para ter na mesa de Natal ou para oferecer a alguém :)

    ResponderEliminar
  3. Mt bom aspecto e imagino que seja delicioso....

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Hummm que delícia de pão, ficou mesmo bonito...

    ResponderEliminar
  5. que é açucar amarelo?
    adorei essa receita e quero faze-la :)
    obrigada! bjs dani

    ResponderEliminar
  6. Danielle - O açúcar amarelo está, em termos de refinação, entre o branco e o mascavado.

    No site do açúcar Sores / Sidul encontra-se a classificação, e esta é a descrição do açúcar amarelo:
    "O açúcar areado amarelo resulta do processo de refinação da rama sem que haja eliminação total do melaço, o que lhe dá a cor dourada, um paladar agradável e um maior teor de humidade. Por ser mais húmido, é particularmente aconselhável na confecção de massas que necessitem de se apresentar húmidas e com maior durabilidade, como por exemplo bolos de chocolate.

    É excelente para a confecção de produtos regionais e tradicionais, por exemplo, no bolo de mel e noz, nas broas doces, nos sonhos, bolos de canela, onde a cor é também um factor importante."

    É muito usado por aqui no fabrico de xaropes caseiros, para a tosse por exemplo, em licores...

    ResponderEliminar

Deixe aqui o seu comentário a esta cozinha!