sábado, 2 de janeiro de 2010

SAPATEIRA RECHEADA / PATÊ DE SAPATEIRA

Para uma entrada onde também há camarões cozidos ou al ajillo, um patê de sapateira combina muito bem, com mini-tostas a acompanhar e as pinças e patas partidas com o martelo.

Esta é a forma que gosto de rechear a sapateira, muitas outras formas há, com algumas variações de ingredientes e o facto de se levar ao forno a gratinar ou não. Como faço com algumas horas de antecedência, porque nestes dias especiais não há tempo a perder, mantenho o patê num recipiente fechado no frigorífico. Na altura de servir é só rechear a carapaça e levar à mesa, por isso não costumo gratinar.

Para escolher a sapateira, uso congelada já cozida e de tamanho médio, 600-800g ou grande, +800g.

Fiz assim...

SAPATEIRA RECHEADA / PATÊ DE SAPATEIRA



INGREDIENTES
1 sapateira (+/- 800g)
1 ovo cozido
2 colheres (sopa) de pickles (cenoura, couve-flor, pimento)
1 colher (chá) de mostarda de dijon
1 colher (chá) de ketchup
1 gota de picante (opcional)
1 colher (chá) de whisky
1dl de cerveja
1 colher (sopa) de pão ralado
4 colheres (sopa) de maionese
pimenta moída

PREPARAÇÃO
Descongelar a sapateira, da noite para o dia, dentro da própria embalagem.
Começar por retirar as patas e as pinças da sapateira, uma a uma, torcendo-as ligeiramente na base.
Abrir a região central da sapateira puxando de trás para a frente.
Da região central puxada, escolher as ovas cor de laranja. Reservar.
Do interior da carapaça escolher apenas as ovas e a parte carnuda branca. Reservar e eliminar tudo o resto.

Lavar a carapaça em água corrente, passando os dedos no interior para a limpar por completo de qualquer resíduo. Colocar a carapaça a escorrer.

Na taça do processador, liquidificador ou na picadora colocar as ovas, a carne branca, o ovo e os pickles. Picar. Ainda no processador ou já à mão, misturar a mostarda, o ketchup, o whisky e a cerveja. Envolver bem.

Juntar o pão ralado e a maionese. Misturar bem e manter no frigorífico.

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Dependendo da quantidade desejada, podem-se fazer várias sapateiras ao mesmo tempo, multiplicando as quantidades dos ingredientes;
- Para fazer render um pouco mais o patê junta-se um pouco mais de cerveja e para não ficar muito líquido acrescenta-se mais 1 colher de pão ralado;
- Embora tenha colocado como opção o picante, não costumo usar;
- Se durante o período de rechear as sapateira ligar o forno por qualquer motivo, as carapaças podem secar um pouco mais no calor do forno desligado;
- Para gratinar, no fim de rechear a sapateira polvilhar com queijo ralado e levar ao grill quente do forno, apenas até dourar.

12 comentários:

  1. eu gosto muito desse recheio =0)
    mas nunca tinha feito , mas agora com esta receitinha ainda he-de tentar =)
    beijinhos e bom ano

    ResponderEliminar
  2. Também tive uma sapateira com recheio similar a acompanhar uns camarões na noite de Ano Novo.
    Este patê com cerveja e whisky deve ficar muito saboroso.
    A sapateira gratinada parece ser outra optima sugestão.
    Fica para uma próxima!
    Um beijinho.
    Feliz Ano Novo!

    ResponderEliminar
  3. Também é sempre assim que recheio a sapateira cá em casa.
    Bom ano, com muitos e bons cozinhados!

    ResponderEliminar
  4. Nunca provei nada assim mas parece-me excelente :)
    Feliz ano novo!

    ResponderEliminar
  5. Adoro sapateira recheada e também fez parte da minha mesa de ano novo! Uma maravilha! A tua está com muito bom aspecto!

    bjos e bom ano!

    ResponderEliminar
  6. O meu marido é que ama as sapateiras (que cá chamamos de 'Siris'). Temos também as 'casquinhas de siris', que, me parece, têm alguma semelhança com esse patê de sapateira, por isso vou levar a receita.

    Beijinho e ótima semana!

    ResponderEliminar
  7. Ai sapateira, acho que só não como as cascas! Adoro....
    Faço o molho +- como tu, mas em vez de picles, pico azeitonas verdes, e não ponho wisky nem pão ralado!

    Mas se as tuas estivessem aqui... era ver tostas a voar!!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. esta muito bem so assim
    venha ela e as tostas por favor.
    um bom ano
    beijinhos

    ResponderEliminar

Deixe aqui o seu comentário a esta cozinha!