quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

DOCE DE VINAGRE

Poderia ser chamado de Doce de leite, porque a quantidade de vinagre é quase insignificante comparada à de leite, mas, sem vinagre o doce não ficaria em nada semelhante.

Muito simples, muito delicioso, faz parte daqueles doces que é realmente doce, como todos os outros doces conventuais, e por isso é servido em pequenas taças. Há quem não resista a uma taça só! Pode ser servido em travessa.

A textura é semelhante à da amêndoa moída grosseiramente, parece mesmo doce de amêndoa, mas é apenas de leite, leite coalhado e óptimo.
A fazer em casa, mesmo pensando que pode sair mal, que não sai, e que não se vai gostar por levar vinagre, sabe lindamente.

Conheço variações deste doce, com mais ou menos gemas, com erva-doce e mais ou menos cremoso/caldoso, mas esta indicação é aquela que acho mais equilibrada, apenas polvilhada com canela em pó, sendo opcional.

Vale a pena apostar no leite gordo e nos ovos caseiros, os grânulos serão maiores e o doce ficará mais amarelo.

Fiz assim...

DOCE DE VINAGRE

Doce de vinagre em taça individual de 9 x 3cm

INGREDIENTES
1l de leite gordo
2 colheres (sopa) de vinagre de vinho branco ou de sidra
500g de açúcar
4 ovos + 2 gemas

canela em pó para polvilhar (opcional)

PREPARAÇÃO
Num tacho levar ao lume o leite até ferver. Desligar e juntar o vinagre. Mexer para o envolver.
Adicionar o açúcar e deixar repousar uns minutos para que o leite fique talhado.
Mexem-se os ovos com as gemas num shaker e vertem-se na calda de leite talhado.
Leva-se ao lume novamente, deixando ferver até ganhar ponto de estrada. Desligar.

Coloca-se o doce em pequenas taças e no fim de frio polvilha-se com canela em pó.

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Querendo pode fazer-se 1/2 receita;
- Desta vez usei ovos de aviário, e leite meio-gordo, resulta na mesma mas com ovos caseiros terá uma cor mais dourada;
- Depois de juntar os ovos à calda, levar ao lume para que o soro evapore o que pode demorar mais de 15min.;
- É nesta fase em que o doce está a engrossar que se pode decidir fazê-lo mais caldoso ou mais seco. No ponto de estrada ficará mais seco, como o da fotografia.

15 comentários:

  1. Pelo nome achei interessante e fiquei curiosa como poderia ser feito um doce com vinagre...

    Mesmo depois de ter visto a receita, ainda estou curiosa e acho que só consigo parar com esta curiosidade provando dito!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  2. Até senti um arrepio com o titulo :) Mas o aspecto é óptimo!

    ResponderEliminar
  3. Ola, parece bom, embora o nome não seja lá muito sugestivo. Bjs

    ResponderEliminar
  4. Nunca comi, mas parece-me mt bem!!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Sou seguidora do seu blog, do qual já experimentei algumas receitas e todas saíram bem. As dicas em particular são muito importantes. Gostaria de comprar um almofazriz em pedra, mas não consigo encontrar. Lembrei-me de que provavelmente poderia saber... Obrigado

    ResponderEliminar
  6. Aié - Fico contente por aquilo que experimenteou daqui ter dado certo. Tenho um almofariz de granito, é bem pesado, tem 20cm de diâmetro, gosto muito dele, permite moer sementes rijas, moer o alho em pasta... mas comprei no Reino Unido, por aqui só encontrei o do IKEA que é em mármore preto, é mais pequeno, mas parece-me bem. Comparando preços o meu custou quase 10x mais que este, por isso, se a pretensão não é moer muito, nem muitas vezes, este do IKEA deve servir.

    Espero ter ajudado, pergunte sempre.

    ResponderEliminar
  7. Hummm que coisa tão maravilhosa....eu sou apaixonada por doces deste género...adorei o teu ...mais um para a lista... e gosto assim com esse ponto da foto...beijinho

    ResponderEliminar
  8. Deve ser bem bom. E é simples e com poucos ingrdientes, Receita anotada.

    ResponderEliminar
  9. É desta que vou experimentar o famoso doce de vinagre, o seu tem um aspecto divinal...

    ResponderEliminar
  10. Fiquei super curiosa com esta receita e bem tentada a fazê-la, não fica muito doce??????

    ResponderEliminar
  11. Nani - Fica doce, mas não acho que seja aquele doce extremo habitual nos doces conventuais, com as caldas fortes. Eu consigo comer duas tacinhas, lol
    Experimenta, vais gostar.

    ResponderEliminar
  12. Deve ser divinal,pois o aspecto dá logo vontade de provar,lol:):)

    ResponderEliminar
  13. Engraçado, no meu caderninho de receitas, consta uma muito parecida com esta, como disse no inicio, há variações nas quantidades, um detalhe á minha chamo-lhe falsa ambrósia :-)
    Mas si«eja qual for o nome o resultado é mesmo uma delicia.
    bjs

    ResponderEliminar
  14. Oi, sou brasileira, aqui tem um doce quase parecido, se usa o leite quando azeda e se chama cachorrada colocamos vinagre qdo queremos que o leite azede, e tem ambrosia mas é sem vinagre e é feito com ovos e fica parecido. tchau bjusssssssssssssssss.

    ResponderEliminar
  15. Já tinha feito esta receita mas de forma um pouco diferente agora vou experimentar desta forma

    ResponderEliminar

Deixe aqui o seu comentário a esta cozinha!