terça-feira, 22 de abril de 2008

PÃO DE CENTEIO E MARMELADA

O ano passado fiz marmelada, para dar, comer e guardar.
Ficam sempre algumas taças para o resto do ano. Uma delas já lhe tinha limpo o bolor da superfície (mesmo deixando secar a marmelada e cobrindo com aguardente e papel vegetal) vezes sem conta e andava a chatear. Passou de um tupperware para uma taça e desta para um prato... Foi então que surgiu a ideia de fazer um pão de marmelada.

A receita teve tanto sucesso, pelo sabor e aspecto marmoreado, que já está no prelo fazer com chocolate (nutela).

A massa é dura, pelo que a marmelada amassada se desfez. Se for feita com goiabada, por ventura, aparecerá aqui e acolá em cubos (achei desperdício fazer com goiabada porque adoro comê-la com queijo e para além disso eu queria livrar-me era mesmo da marmelada, lol).

Não ficou muito doce por ter levado a marmelada, tinha o contraste da parte onde ela não se misturou. Depois foi só por queijo ou fiambre em cima de cada fatia, porque marmelada já tinha!


INGREDIENTES
320ml de água com um ovo dentro da medida
20g de fermento padeiro fresco
10g de sal
30g (2 colheres de sopa) de óleo alimentar ou manteiga derretida
400g de farinha de trigo T65
200g de farinha de centeio T90
25g de glúten de trigo
200g de marmelada em cubos

PREPARAÇÃO
Amornar a água e juntar o fermento, desfazer. Colocar na forma da máquina.
Juntar o sal, o óleo, as farinhas e o glúten.
Ligar a máquina do ciclo de "sandes" na quantidade I de massa (600g).
Quando apitar às 2h adicionar os cubos de marmelada. Ajudar a misturar com um rapa, se necessário.
Desligar a máquina 15min antes de terminar o ciclo (pode variar noutras máquinas, se deixasse mais ficava com a côdea muito torrada). Desenformar e deixar arrefecer numa grelha antes de fatiar.

Pode ser feito à mão e a marmelada adicionada depois de a masa levedar a 1.ª vez. Tendem-se os pães e deixam-se levedar novamente antes de ir ao forno.

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- Para a massa não ficar marmoreada e a marmelada não se desfazer pode-se acrescentar, à massa, um pouco mais de água no início, para a massa ficar mais macia.

8 comentários:

  1. ó pá... já me estou a enervar...

    E quem não tem MAQUINA de PÃO????
    compra na padaria não é?

    :P

    beijos

    Clara

    ResponderEliminar
  2. Renato, voce tem verdadeiras delicias nesse blog. Adorei. Pao de centeio com marmelada deve ser muito gostoso. a foto ficou divina.
    bjs

    ResponderEliminar
  3. conhecendo seu blog...e..já estou a um bom tempo vendo tudo..e..amando!parabens..

    ResponderEliminar
  4. Muito obrigado pelos comentários.

    Pimenta - está na altura de comprares uma máquina de pão. Por 35euros compras uma.

    Leila - Obrigado. Experimenta e depois diz como foi.

    Iliane - Bem-vinda, vai aparecendo, eu faço o mesmo.

    ResponderEliminar
  5. O pao ta com aspecto delicioso e uma dica para a marmelada nao ganhar bolor faz o seguinte, quando puseres nas tijelas deixas secar, recortas papel vegetal e barras com alcool e tapa a marmelada com o papel, assim fica esterilizado. Comigo tem resultado porque tb tenho mt marmelos e faco mt marmelada bjs.
    Nani do manjar de ideias :)

    ResponderEliminar
  6. Apareço como anonima porque estou num computador diferente,e nem da para por acentuaçao ta cheio de virus..eh..eh
    nani, do manjar de ideas de ideias

    ResponderEliminar
  7. Olá Nani, os vírus andam por aí e não é só nos pc's. Ora faz sol ora faz chuva e depois quem resiste.
    Quanto ao bolor da marmelada eu deixo secar e depois cubro com aguardente (e retiro o excesso virando a taça) e papel vegetal recortado, mesmo assim não resistiu, vou experimentar para a próxima com álcool puro.
    Obrigado.

    ResponderEliminar
  8. Que lindo pão e realmente deve ser muito bom mesmo, não admira que tenha feito tanto sucesso.
    Fico à espera da variação com a nutela :)

    beijos

    ResponderEliminar

Deixe aqui o seu comentário a esta cozinha!