terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

BOLO DE CACAU E CAFÉ COM COBERTURA DE GANACHE DE CHOCOLATE BRANCO E CAFÉ

Nem sempre apetecem os mesmos bolos. Se há semanas onde uma fatia de bolo de laranja é o que apetece, noutras semanas um bolo de cenoura, iogurte ou de amêndoa ou noz é o eleito.

Nestas últimas semanas o que apeteceu mesmo foi combinar o chocolate com o café. E se por vezes um bolo sem cobertura é mais do que suficiente, noutras situações uma cobertura é mesmo necessária. Só digo que o confinante tem pedido muitas coberturas!

A massa deste bolo é densa, húmida e o sabor a cacau e café misturam-se sem evidenciar demasiado um ao outro.

Fiz assim...

BOLO DE CACAU E CAFÉ COM COBERTURA DE GANACHE DE CHOCOLATE BRANCO E CAFÉ

INGREDIENTES

Para forma de 2,3l:
250 g de manteiga s/ sal
250 ml de café
250 g de açúcar branco
60 g de cacau (não açucarado)
4 ovos L
200 ml de natas ácidas ou iogurte grego
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
400 g de farinha de trigo T55
1,5 colher (chá) de fermento em pó
pitada de sal fino (não colocar se usar manteiga c/ sal)

Para a cobertura:
50 ml de natas
100 g de chocolate branco
grãos de café/grãos de café de chocolate

PREPARAÇÃO 

Numa caçarola colocar a manteiga e o café e levar ao lume apenas para derreter a manteiga.
Juntar o açúcar e o cacau e mexer até obter uma mistura lisa.
Deixar arrefecer.

Pré-aquecer o forno a 160ºC.
Untar a forma com manteiga ou com desmoldante.

Na taça da batedeira colocar os ovos, as natas ácidas e a baunilha e bater até que fique macio e pálido.
Numa taça misturar a farinha com o fermento e o sal (se usar).
Alternadamente, juntar aos ovos batidos um pouco da mistura líquida já arrefecida e a mistura de farinha, batendo em velocidade média até terminar.
Verter a massa na forma preparada e levar ao forno 40 minutos a 160ºC.
Retirar do forno e deixar arrefecer 5 minutos antes de desenformar sobre uma grelha.

Para a cobertura aquecer as natas e o café no micro-ondas ou ao lume, juntar o chocolate partido e deixar que derreta, mexendo no final para homogeneizar.
Cobrir o bolo no fim de frio.
Decorar com grãos de café.



NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES

- As natas ácidas são densas, se usar iogurte este deve ser do tipo grego ou natural escorrido durante algumas horas sobre peneira forrada com pano ou coador fino (usado para filtrar café);
- Ao preparar a forma, se usar desmoldante, pincelar para eliminar as bolhas de espuma;
- No fim de verter a massa na forma, colocar um pano grosso de cozinha, dobrado, na mesa e bater a forma 2-3 vezes para retirar bolhas de ar;
- 5 minutos antes de terminar de assar, desligar o forno, não abrir a porta e deixar assar;
- Os ingredientes indicados para a cobertura são suficientes para que fique uma cobertura escorrida no topo, para cobertura completa do bolo, como acabei por fazer no fim, duplicar as quantidades.

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

BOLO DE ABÓBORA E COCO COM LEITE CONDENSADO

O confinamento tem destas coisas, a vontade de comer um bolinho junta-se à disponibilidade que parece ser maior, pelo menos ao fim de semana, e vai que não vai, surge um bolo.

Meia abóbora que sobrou de não ser assada no forno e uma lata de leite condensado que tinha aberto por descuido, há tempo, e que decidi verter para uma caixa plástica e congelar, foram o mote e que fizeram saltar a forma Wheat & Pumpkin Loaf Pan do armário.

O que fazer com a abóbora? Cozê-la? Se um dos bolos mais apreciados aqui em casa é o Bolo de cenoura com cobertura de chocolate de leite e este é feito com cenoura crua ralada, então porque não fazer o mesmo à abóbora. Quis juntar outro sabor à abóbora e o coco surgiu de imediato como opção, lembrei-me do doce de abóbora coco, um clássico, tal como o doce de abóbora com nozes, e esta última combinação ficará para outra oportunidade.

Resultou num bolo denso e húmido, ainda morno o aroma era muito intenso a abóbora; nos dias seguintes manteve-se fresco, com um miolo húmido, sobressaindo agora o sabor do coco.

Fiz assim...

BOLO DE ABÓBORA E COCO COM LEITE CONDENSADO

INGREDIENTES

[para forma de 1,4 l]

300 g de abóbora manteiga descascada e cortada em cubos
3 ovos
100 ml de óleo
1 lata de leite condensado (370 g)
1 pitada de sal
50 g de coco
300 g de farinha de trigo T55
2 colheres (chá) de fermento em pó

açúcar em pó (decoração)

PREPARAÇÃO 

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Preparar a forma: untar com manteiga amolecida e polvilhar com farinha ou passar desmoldante.

Picar a abóbora vel. 5/15 segundos.
Juntar os ovos, o óleo e o leite condensado. Bater vel. 6/20 segundos. Baixar a mistura que ficar nas paredes do coco e bater novamente vel. 6/20 segundos.
Acrescentar o coco, a farinha e o fermento e bater vel. 5-6/10 segundos.
Verter na forma e levar ao forno 50 minutos a 160ºC. Desligar o forno e manter mais 5 minutos.

Retirar do forno, deixar arrefecer 5 minutos na forma e só depois desenformar para uma grelha.
Polvilhar com açúcar em pó no fim de frio.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES

- Se a forma nao for de alumínio fundido, se não for uma forma grossa e pesada, como a que usei, então assar no forno a uma temperatura de 180ºC, cerca de 40 minutos;
- Casca de limão ou laranja pode ser usada para aromatizar o bolo. Para isso juntar a 2-3 tiras de casca de laranja, sem a parte branca, com a abóbora e triturar em simultâneo.;
- Para uma preparação manual triturar a abóbora em partes num processador de alimentos como o 1, 2, 3. Verter para uma taça e juntar os ingredientes líquidos e só depois os secos;
- Não querendo usar/não tendo leite condensado pode ser usado leite normal ou evaporado e açúcar (talvez 150 ml de leite e 200 g de açúcar).

domingo, 10 de janeiro de 2021

BOLO DE AMÊNDOA

Iniciar o ano com o bolinho não faz nada mal. Com os fins-de-semana que estamos a viver, quer pelo confinamento, quer pelo frio, nada mais reconfortante que uma fatia de bolo e uma chávena de chá/infusão e o formato em floco de neve está adequado ;)

Este é um bolo que me surpreendeu pelo sabor aliado à sua simplicidade. A receita - Brown Butter Almond Snowflake Cake - consta do invólucro da forma usada e incluía uma cobertura de manteiga noisette, que não apliquei.

Gosto muito de amêndoa e este bolo é muito económico, ingredientes comuns e apenas uma pequena porção de amêndoa. Ligeiramente denso, amanteigado com sabor e aroma de amêndoa.

Fiz assim...

BOLO DE AMÊNDOA

INGREDIENTES

Para o bolo (forma de 1,5l):
180 g de manteiga s/ sal (usei c/ sal)
300 g de açúcar (usei 180 g)
3 ovos grandes
1 colher (chá) de extrato de amêndoa (usei 10 gotas)
1 colher (chá) de extrato de baunilha
250 g de farinha de trigo T55 (usei com fermento)
1,5 colher (chá) de fermento em pó (usei 1 colher, a farinha já tinha fermento)
1/2 colher (chá) de sal fino (não usei, a manteiga já tinha sal)
40 g de amêndoa s/ pele moída
180 ml de leite

Para a cobertura usada:
açúcar em pó

PREPARAÇÃO

Pré-aquecer o forno a 180 °C.
Untar a forma com spray desmoldante e pincelar para eliminar a espuma.
Bater a manteiga amolecida com o açúcar, até a mistura ficar esbranquiçada e fofa.
Acrescentar os ovos, um a um e os extratos de aromas.
Juntar a amêndoa moída, o sal e o fermento e bater para envolver.
Misturar, alternadamente, a farinha e o leite até que a massa fique bem incorporada.

Colocar na forma, bater sobre um pano para eliminar qualquer bolha de ar.
Levar ao forno a 160 °C cerca de 40 minutos. 
Desligar o forno e deixar o bolo no interior mais 5 minutos.
Retirar do forno e deixar arrefecer 10 minutos antes de desenformar.

No fim de frio, polvilhar com açúcar em pó.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES

- Reduzi na quantidade de açúcar da receita original, pois os bolos americanos são demasiado doces, sem necessidade;
- Retirando as fatias em volta, o bolo ganha novo floco de neve.

domingo, 27 de dezembro de 2020

TRONCO SALGADO DE NATAL - BOLA DE CARNES ENFORMADA

Várias bolas aparecem por aqui, porque uma bola sabe sempre bem, é prática de levar para um encontro e do agrado de muitos.

A mais tradicional e requerida é a Bola de Fiambre e Salpicão, mas outras muito saborosas também por aqui andas: o Pãozão - Bola enrolada de Chourição, a Trança de aveia com queijo, peru e azeitonas, a adaptação da Bola Trás-os-Montes, o Bolo de azeitonas, bacon e cebola, o Pan de Jámon - Pão enrolada de fiambre, bacon, azeitonas e passas, a Bola rápida de fiambre, chourição e paio ou a última versão, muito parecida com a de hoje mas com queijo, farinha integral e os aromas dos orégãos e noz moscada Bola enformada de queijo e carnes frias.

As bolas servem de lanche ou de entrada; esta de hoje serviu de entrada na mesa de Natal, daí ter a forma de tronco de Natal.
Porque os troncos de Natal não têm que ser apenas na versão doce, este teve menos culpa :)
Embora seja uma bola com fermento biológico, este leveda ao longo de mais horas, conferindo sabor à massa, sendo necessário juntar fermento química à massa antes de levar ao forno.

Fiz assim...

TRONCO SALGADO DE NATAL - BOLA DE CARNES ENFORMADA

INGREDIENTES

Para a esponja:
200 ml de água
200 g de farinha de trigo T65
1 colher (chá) de fermento biológico seco

Para acrescentar à massa:
esponja anterior
100 ml de azeite
5 ovos
400 g de farinha de trigo T55 com fermento
sal fino q.b.

Carnes:
500 g de charcutaria cortada em cubos de 0,5 cm:
100 g de presunto
100 g de paio do lombo
100 g de paiola
100 g de chouriço picante
100 g de fiambre

PREPARAÇÃO 

Preparar a esponja colocando numa tigela média todos os respetivos ingredientes.
Deixar levedar num local morno, durante a noite.

De manhã pré-aquecer o forno a 180°C.
Untar uma forma de bolo tronco de Natal ou de bolo inglês com manteiga ou desmoldante.

Numa taça grande colocar a esponja e o azeite.
Mexer bem para integrar e depois acrescentar os ovos, batendo bem.
Juntar a farinha com fermento e o sal fino.
Mexer até obter uma massa lisa.
Acrescentar as carnes cortadas e envolver.

Verter a massa na forma e levar ao forno cerca de 45 minutos.
A superfície da bolo deverá ficar seca e dourada. 
Testar com o palito.
Retirar do forno e deixar arrefecer 10 minutos na forma antes de virar sobre uma grelha para arrefecer.

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES

- Para agilizar a preparação podem cortar-se as carnes no dia anterior colocando-as numa caixa plástica e mantendo-a no frigorífico;
- A bola pode ser preparada no dia anterior, mantém-se boa;
- Pode ser usada farinha T55 sem fermento juntando 2 colheres (chá) de fermento químico (para bolos) 
à massa; o sal é q.b. dependendo das carnes usadas, o presento tende a salgar depois de cozinhado.

domingo, 29 de novembro de 2020

BOLO DE OUTONO COM MAÇÃ E PERA

Dias de chuva e frio merecem um aconchego diferente.

O outono tem aromas e sabores bem marcantes, são bastante intensos e transmitem calor.

Este bolo é cheio de sabores. Sabia o que queria neste bolo, por isso foi fácil combinar os ingredientes. O resultado superou a expetativa; por vezes quando parto à descoberta de novos sabores a textura da massa fica comprometida, desta vez não, e quando realmente acerto, não anotei o que juntei. Sem grandes demoras escrevi todas as quantidades para voltar a repeti-lo.

As maçãs e peras ligeiramente envelhecidas na fruteira ditaram a necessidade de as usar na massa, em vez de leite ou água juntei vinho Moscatel, que andava abandonado numa garrafa desde o ano passado e já tinha pé no fundo. Os restantes aromas foram aqueles que no momento fizeram sentido.

Fica então aqui um belo Bolo de outono para partilharem com quem mais gostarem.

Fiz assim...

BOLO DE OUTONO COM MAÇÃ E PERA

INGREDIENTES
125 g de manteiga
175 g de açúcar amarelo ou mascavado claro 
2 colheres (chá) de canela em pó 
2 colheres (chá) de erva-doce moída raspa de 1 laranja ou outro citrino 
50 ml sumo laranja ou outro citrino 
150 ml de vinho Moscatel, jeropiga ou vinho do Porto 
3 ovos 
400 g de farinha de trigo T55 
2 colheres (chá) de fermento em pó 
500 g de maçã/pera descascada e cortada em cubos 1 cm  açúcar em pó q.b. (decoração)

PREPARAÇÃO
Pré-aquecer o forno a 180°C.
Descascar e cortar as maçãs e peras em cubos de 1 cm. Reservar.
Untar uma forma com manteiga ou com desmoldante. Numa tigela colocar a manteiga e o açúcar e levar 30 segundo ao micro-ondas para amolecer a manteiga.
Juntar a canela, a erva-doce, a raspa e o sumo da laranja e o vinho moscatel.
Mexer bem e juntar os ovos, batendo-os.
Acrescentar a farinha com o fermento e envolver bem.
Juntar a fruta cortada e envolver bem na massa.
Verter a massa para forma preparada e levar ao forno, 45 minutos, a 170°C. 

Retirar a forma do forno, deixar arrefecer 5 minutos antes de desenformar.
Desenformar para uma grelha. 

No fim de frio, decorar com açúcar em pó polvilhado com a ajuda de um passador de rede fina.

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES 
- Pode substituir o vinho Moscatel por jeropiga ou vinho do Porto. No caso do vinho do Porto, tendo um sabor e aroma mais intenso que as outras bebidas, podem usar-se apenas 100 ml de vinho e diluído com sumo de laranja ou água para perfazer a quantidade;
- Algumas nozes partidas ou sultanas misturadas com a fruta combinam muito bem;
- Usei 350 g de maçã e 150 g de pera;
- Quando a forma a usar apresenta recortes a utilização do desmoldante é prática, mas no fim passar com um pincel seco para eliminar a espuma que possa ter sido deixada na forma;
- A massa como inclui muita fruta pode demorar um pouco mais a assar, convém testar com um palito.