segunda-feira, 6 de abril de 2020

PÃO DE ÁGUA

Cada vez mais se faz pão em casa.
Várias são as intenções: reduzir a quantidade de farinha de trigo, de sal ou fermento - produzir um pão mais saudável - integrar frutas secas ou sementes, pelo gosto de o fazer, para manter a mente ocupada, porque se adora o cheiro do pão quente e o sabor deste com manteiga ou porque se está de isolamento social...

Desta vez, não é um pão de fermento natural, de massa azeda (sourbread) [ver pães sourdough], pois a intenção era fazer pizza para o jantar e não haveria tempo para a fermentação lenta. Este pão foi feito, dois dias depois, com a sobra da massa com que se fez pizza. Ao fazer inicialmente a massa dupliquei as quantidades para a ter preparada para o dia seguinte. Usei metade da massa para fazer 3 pizzas grandes e a restante massa ficou no frigorífico, reservada, para ser usada mais tarde. Resultou num pão.

A massa é muito simples, é uma mistura das técnicas das já conhecidas massas de pão sem amassar: No-knead bread [ver pães No-knead bread] e Artisan bread in five minutes a day [ver pães Artisan bread].
É uma massa que não se amassa e por isso não maça :)

Vale a pena ter sempre um pouco desta massa no frigorífico, pelo menos para quem gosta de fazer pão, pizza, focaccia com as coberturas mais diversificadas.

Fiz assim...

PÃO DE ÁGUA


INGREDIENTES
Para 2 pães grandes:
700 ml de água tépida
2 colheres (chá) de fermento biológicos seco
2 colheres (chá) de sal grosso
1 kg de farinha de trigo T65
ou
700 g de farinha de trigo T65
200 g de farinha de trigo integral
100 g de farinha de centeio

PREPARAÇÃO
Numa caixa plástica grande (5 litros) colocar a água morna e diluir o fermento.
Deixar ativar durante uns minutos.
Acrescentar o sal e a(s) farinha(s).
Mexer com a colher de pau até ligar a massa.

Deixar repousar tapado num local morno durante 2h.

Colocar a massa tapada no frigorífico algumas horas até usar.

Quando precisar da massa...
Pré-aquecer o forno a 220/250°C com uma panela de ferro, barro ou vidro no interior (sem a tampa).
Retirar a caixa da massa do frigorífico.
Com a ajuda de uma colher de pau dentro da caixa plástica, dobrar a massa, puxando-a das bordas para o centro, levantando-a com a colher.
Repetir o processo algumas vezes a toda a volta.
Polvilhar a superfície da massa com farinha, retirar metade da massa para cima de papel vegetal polvilhado com farinha.
Tender uma bola afagando a massa de cima para baixo, puxando a massa de cima e fechando em baixo, criando tensão superficial na massa.

Retirar a panela do forno.
Colocar a bola de massa formada juntamente com o papel na panela.
Tapar a panela e levar ao forno 30 minutos a 220°C tapado e mais 15 minutos a 200°C destapado.

Retirar a panela do forno, retirar o pão e deixar arrefecer sobre uma grelha.

(a acompanhar um café numa fatia com doce de abóbora e cenoura e queijo)

NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES
- A massa aguenta-se 1 semana no frigorífico, e pode ser usada para pão, pizzas, pão de frigideira, misturar numa massa de waffles...
- Se a intenção é ter uma massa pronta no frigorífico sem a querer usar nos primeiros 2 dias, então pode-se reduzir a quantidade de fermento para metade;
- Não é necessário colocar de início a tampa da panela no forno, não se queimando por distração (palavra de escuteiro!);
- Antes de retirar a panela do forno tenha uma base pronta em cima da mesa para pousar a panela que estará muito quente.

2 comentários:

Deixe aqui o seu comentário a esta cozinha!